Isolamento e distanciamento ainda são necessários

Orientação da enfermeira Tatiane Wächter é para que as pessoas continuem adotando as medidas de prevenção, porque o número de casos na região continua crescendo; já são quase 4 mil em 22 municípios

Isolamento e distanciamento ainda são necessários
Uso de máscara facial continua sendo obrigatório

Um alerta da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) foi emitido na segunda-feira, 26, referente ao número de casos de Covid-19 na região. Segundo o boletim epidemiológico, na data registrou-se o maior número de casos novos confirmados (110 em um dia) desde o início da pandemia. Isto representa um aumento de 83,3% no número de casos novos em relação a segunda-feira anterior. 


Neste sentido, a 14ª CRS reforça a importância de manter todas as medidas de prevenção e controle do vírus. Na segunda, o número de casos na região chegava a 3.751 casos, com 62 óbitos. Porém, ontem à tarde, o número de casos já chegava a 3.924 (em 22 municípios) e 65 mortes, incluindo a de uma paciente, de Três de Maio, com 69 anos na quarta-feira, 28. Ela estava internada na Unidade Regional Dom Bosco, tinha diabetes, hipertensão arterial sistêmica e hipotireoidismo.


No número de casos, Santa Rosa lidera com 1.945 (31 mortes), seguido por Três de Maio 491 (com cinco mortes), Giruá com 206, Horizontina com 168 (4 mortes) e Tuparendi com 153. No caso de Três de Maio, são 452 pacientes recuperados e 34 em acompanhamento.


Segundo a enfermeira Tatiane Wächter, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município de Três de Maio, no momento, há um quantitativo de casos novos diários numa média entre 5 e 10. “Porém, não podemos dizer que estão se estabilizando, porque há pouco tempo atrás tínhamos 20 a 23 casos por dia. A nossa região está em alerta. Estamos num momento delicado; na segunda que passou tivemos o maior aumento de casos desde o início da pandemia”, informa.


A enfermeira avalia que as regras de distanciamento social não estão sendo cumpridas pela maior parte da população. “As pessoas não estão se cuidando tanto. Estão mais flexíveis... houve retorno das aulas nas escolas, de festas familiares e amigos, eventos. Porém, não é momento da gente se descuidar porque a Covid-19 não foi embora. Ainda não temos vacina e o vírus está aí. Tivemos mais um óbito e temos mais pacientes internados, tanto no Hospital São Vicente de Paulo (Três de Maio) quanto no Abosco (Santa Rosa)”, adverte Tatiane.


A coordenadora frisa que se as pessoas começarem a se descuidar, haverá um aumento de casos, como já está refletindo em toda a região. “Temos que redobrar os cuidados. É um momento delicado, está todo mundo cansado dessa história de isolamento e distanciamento, mas ainda é necessário”, orienta.

 


Pacientes sintomáticos com síndrome gripal devem fazer teste


Sobre os testes, Tatiane ressalta que todos os pacientes sintomáticos que têm síndrome gripal vão fazer testagem para Covid-19. “A maioria vai fazer teste rápido, a partir do 14º dia dos sintomas. Os contatantes de casos confirmados também fazem teste rápido a partir do 14º dia do contato. E, alguns pacientes que internam no hospital e aqueles de grupos específicos (como gestantes, profissionais  da saúde, etc) fazem o swab (cotonete estéril para coleta de amostra microbiológica). O restante da população está fazendo o teste rápido. A coleta correta do swab é do terceiro ao oitavo dia dos sintomas e o teste rápido é a partir do 14º dia dos sintomas”, resume a enfermeira.

 

 

Uso de máscara facial continua sendo obrigatório

 

Há alguns dias começou a circular nas redes sociais um post informando que não é mais obrigatório o uso de máscara de proteção como forma de prevenir o contágio do coronavírus. No entanto, a informação é falsa e tem gerado confusão e questionamentos em diversos sentidos.


Além de distorcer os fatos do que se trata a lei Nº 14.019, de 2 de julho de 2020, a qual altera a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, para dispor sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual, ainda usa uma matéria do Senado Notícias, publicada em julho de 2020 a qual trata de vetos sobre o uso de máscara pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro; vetos esses que foram derrubados pelo Congresso Nacional no mês seguinte.


Além da informação ser falsa, ainda usa um conteúdo distorcido e fora da realidade atual. O uso de máscara continua sendo obrigatório em todo o país, assim como definido pela Lei federal 14.019, bem como pelo Decreto Municipal nº 33, em âmbito de Três de Maio, que torna o uso obrigatório de máscara por todas as pessoas em recintos fechados, de circulação de público, como estabelecimentos comerciais, de prestação de serviços, bancos, lotéricas e repartições públicas.