Prêmio Fidelidade é distribuído entre 778 produtores que entregaram ininterruptamente a produção de leite à Cotrisal/CCGL durante o ano de 2020

Além de R$ 1,7 milhão de bonificação aos produtores, mais de R$ 26,8 milhões do valor adicionado de ICMS foram redistribuídos aos municípios provenientes da atividade leiteira

Prêmio Fidelidade é distribuído entre 778 produtores que entregaram ininterruptamente a produção de leite à Cotrisal/CCGL  durante o ano de 2020
Prêmio Fidelidade foi distribuído para 778 produtores

A Cotrisal distribuiu R$ 1.759.230,11 como Prêmio Fidelidade para 778 produtores que entregaram ininterruptamente a produção de 86 milhões de litros de leite à Cotrisal/CCGL durante o ano de 2020. O repasse foi feito na última terça-feira, 22.


O presidente da Cotrisal, Walter Vontobel, lembra que a cooperativa não tem resultado direto com a atividade leiteira, mas que o trabalho nesta área é muito importante, pois viabiliza a permanência na propriedade. Para ele, este recurso veio em boa hora. “No atual cenário que nos encontramos, este valor vai auxiliar muito as famílias de produtores de leite”, ressaltou Vontobel.


De acordo com o gerente da Unidade Agroindustrial da Cotrisal, Vilmar Bonfanti, foi pago o valor de R$ 0,0204 por litro de leite entregue ao longo do ano que passou. Para receber este valor o produtor tem que ter entregado a sua produção durante os 12 meses do ano anterior e ainda estar entregando na atualidade. 

 

 

No rateio do valor adicionado de ICMS foram redistribuídos mais de R$ 26,8 milhões aos municípios

Por meio da CCGL, a Cotrisal redistribuiu mais de R$ 26.846.119,72 em rateio de valor adicionado ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para os municípios conveniados de sua área de atuação que forneceram leite para a cooperativa em 2020. Em Três de Maio, o valor total recebido foi de R$ 1.057.387,64.  


Conforme o presidente da Cotrisal, esta iniciativa demonstra que o produtor que fornece para a Cotrisal está contribuindo com o desenvolvimento de seu município. “Esses impostos gerados pela sua produção de leite, permitem às prefeituras receitas importantes que irão retornar em benefícios para sua família e toda a comunidade, como transporte escolar, escolas, saneamento básico, creches, estradas, postos de saúde e tantos outros benefícios gerados pelos impostos”, explica Walter Vontobel.