João Edécio conquista segunda reeleição em Independência

Depois de estar à frente do município de Independência de 2005 a 2012 e retornar em 2016, prefeito foi confirmado para mais um mandato

João Edécio conquista segunda reeleição em Independência
Prefeito João Edécio Graef e o vice Dirceu Fiorin, ambos do PTB foram reeleitos para mais um mandato

Reeleito pela segunda vez, João Edécio Graef (PTB), 67 anos, vai ocupar pela quarta vez o cargo de prefeito de Independência. O petebista, gerente aposentado do Bando do Brasil, foi prefeito por dois mandatos consecutivos, entre 2005 e 2012, venceu as eleições novamente em 2016 e, no último domingo foi reeleito com mais de 53% dos votos válidos (2.502). A outra coligação, encabeçada pelo candidato Eduardo Marasca (MDB) obteve 46% dos votos.


O desempenho vitorioso na vida política do município, é atribuído por João Edécio a seriedade com que trata o povo. “Nós trabalhamos com o que é possível. Somos pés no chão, realistas. Nosso orçamento e nosso plano de governo tem que se comunicar”, explica. Ele diz que sempre prefere fazer um plano de governo enxuto e que agora, com a pandemia, foi levado em consideração que haverá reflexo no repasse financeiro dos próximos anos. “Já fizemos um orçamento para o ano que vem, considerando que teremos uma queda na arrecadação”, comenta.
Dar continuidade e aperfeiçoar 


Para o próximo mandato, o objetivo é dar continuidade e aperfeiçoar o que não está funcionando a contento. “Por isso a continuidade. Nós sabemos que têm coisas que precisam ser melhoradas”. As áreas que necessitam de atenção especial, conforme o prefeito, são as estradas, a limpeza da cidade e a agricultura. 


“Precisamos ser verdadeiros, admitir que tem coisas a serem melhoradas. Não colocar o impossível no plano de governo porque muitas vezes se diz aquilo que a população quer ouvir, mas não é o que pode ser realizado. Nós não iludimos ninguém e trabalhamos sempre com a perspectiva de um orçamento real”.


Prestes a fechar 12 anos como chefe do Executivo, João Edécio conta que nunca foi decretado turno único e nenhuma vez faltou recursos para conduzir as coisas básicas como saúde, obras. Não temos dificuldade no fechamento das contas. 

 


Contas no azul para 2021


O prefeito relata que quer fechar 2020 deixando um valor considerável disponível para, no início de 2021, trabalhar em um projeto habitacional. “Para isso precisamos adquirir ou desapropriar uma área. Mas nós queremos começar a trabalhar cedo porque precisa da infraestrutura para podermos nos habilitar nos programas do governo federal”, justifica.


A eleição se deve a seriedade com que tratamos o munícipe. Podemos falar com eles olhando no olho, sem ficar envergonhado de nada que a gente propôs. “Não adianta. Quando a gente tem que dizer não, tem que ter um fundamento para dizer esse não e não se comprometer com coisas que depois não poderá realizar”. 


João Edécio diz que sua credibilidade está ligada a duas linhas que não podem ser desviadas, que são o cumprimento da legislação e gastar apenas aquilo que se arrecada. “Dentro disso, você pode priorizar algumas coisas e a priorização acontece de acordo com a demanda da comunidade”.


Neste mandato, o prefeito governou com minoria na Câmara, mas não houve problemas no encaminhamento dos projetos. “Não tínhamos maioria na Câmara, mas trabalhamos em harmonia. Não tivemos dificuldade nenhuma nos projetos que encaminhamos. Existiu harmonia como se fosse do mesmo time”, ressalta. No próximo mandato, João Edécio governará com maioria no Legislativo. Cinco, dos nove vereadores são do PTB.