Cotrisal vai investir R$ 25 milhões na região Noroeste

Em 2019, a cooperativa teve um resultado líquido de R$ 100 milhões

Cotrisal vai investir R$ 25 milhões na região Noroeste
Sede da Cotrisal no município de Sarandi

O dia 16 de novembro marca o início de uma nova trajetória da Co-trisal nos municípios de Alegria, Boa Vista do Buricá, Crissiumal, Giruá, Doutor Maurício Cardoso, Horizontina, Humaitá, Indepen-dência, São José do Inhacorá, Sede Nova, Tiradentes do Sul e Três de Maio, nas estruturas alugadas da cooperativa de Três de Maio (Cotrimaio).


São 18 pontos de recebimento de grãos, 14 lojas agropecuárias e uma fábrica de rações. "Nosso objetivo é promover tecnologias, produtividade e renda aos produtores, além de ajudar a região a crescer, trabalhando com responsabilidade e seriedade", ressaltou o presidente da Cotrisal, Walter Vontobel, ao explicar que a atua-ção na região se dará nas atividades de comercialização de insumos e produtos agrícolas, na área do leite e com a consultoria técnica, agronômica e veterinária aos produtores.


Para o presidente, a força do cooperativismo vem da união. “Por isso, nós chegamos ao Noroeste gaúcho para somar. Somar pesso-as, experiência, credibilidade e vontade de fazer mais. Somar 63 anos de cooperativismo responsável para impulsionar o agronegó-cio e reescrever histórias", destacou Vontobel.
 

 

'Cooperativa com os pés no chão'

 

Apesar do ano de 2020 ter apresentado um cenário turbulento, devido à pandemia, com re-flexos em todos os segmentos da economia, a Cotrisal manteve um intenso ritmo de ativida-des, produzindo desenvolvimento e progresso para os municípios onde atua. “Em 2019, ti-vemos um resultado líquido de R$ 100 milhões e, deste valor, 40% voltaram ao produtor. O restante foi reinvestido”, explica Vontobel.


É com essa distribuição farta de resultados, aliada à “muito trabalho” e os “pés no chão” que a Cotrisal vem se sobressaindo no setor, assegura o presidente. “Distribuindo resultados te-mos fidelizado produtores. E o segredo é trabalhar, sem isso não é possível. Temos agriculto-res bastante ativos, bem estabelecidos e fortes, em um solo de qualidade e uma região fértil”.

 

Aquisição de mais unidades

 

O presidente da Cotrisal explica que nos 12 municípios onde a cooperativa inicia suas atividades, serão investidos R$ 25 milhões em estoques imediatos e capital de giro para o início dos trabalhos. E já está em negociação outros investimentos, como na construção de mais unidades e aquisições de outros pontos de armazenagem e recebimento de grãos na região, o que deve demandar mais R$ 50 milhões.


“Estamos olhando três locais na região para comprar mais estruturas de armazenagem seminovos, de outras empresas. A intenção é nos estabelecermos em locais próprios e permanentes na região e, quando possível vamos comprar também estruturas da Cotrimaio”, antecipa Vontobel.

 

Cooperativa atua em 40 municípios da região com 43 filiais