Com avanço da imunização casos de Covid 19 caem drasticamente

Em Três de Maio, mais de 50? população está com a imunização completa. Região está completando um mês sem óbitos pela doença

Com avanço da imunização casos de Covid 19 caem drasticamente
Em Três de Maio, 75? população recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19 - Foto Prefeitura de Três de Maio

O avanço da vacinação está influenciando diretamente na queda do número de casos de Covid-19 em Três de Maio e toda a região. No município, mais da metade da população já completou o esquema vacinal. No momento, adolescentes estão sendo vacinados e os idosos com mais de 60 anos e profissionais de saúde estão recebendo a dose de reforço ao completar os seis meses da segunda dose; já os imunossuprimos recebem a dose adicional 28 dias após a dose 2. Ao mesmo tempo, a segunda dose continua sendo aplicada, conforme o calendário definido pelo governo do Estado.


De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica de Três de Maio, Tatiane Wachter, 75,49% da população recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19. “Agora esse percentual vai aumentando porque estamos vacinando os adolescentes. 52,31% da população está com esquema  vacinal completo, com a segunda dose ou dose única”, explica.


Tatiane ressalta que a equipe da Secretaria de Saúde está satisfeita com o esquema vacinal da população, que está dentro do esperado. “Faltosos sempre vão ter. Agora vamos seguir fazendo as doses de reforço, as segundas doses e vacinando adolescentes”, considera.


Conforme o boletim epidemiológico de ontem, Três de Maio conta com dois casos ativos e não há pacientes hospitalizados.


Hoje ocorre a vacinação de adolescentes a partir de 14 anos nas unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESFs), das 7h30min às 11h, mediante apresentação do CPF e da caderneta de vacinação. Os adolescentes de 15, 16 e 17 anos que ainda não se imunizaram, podem se vacinar neste dia também.

 


Vacinação avança e número de casos caem na região


Nos municípios da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), até ontem, dia 7 de outubro, 58,8% da população já estava com esquema de vacinação completo e 22,6% recebeu a primeira dose. No Estado, 51,7% da população está totalmente imunizada, enquanto 24,1% recebeu a primeira dose.


Nos últimos sete dias, 37 novos casos foram confirmados na região, uma queda de 11,9% em relação à semana anterior. No período, não houve hospitalizações, queda de 100%. Dos 56 leitos de UTI Covid na região, apenas 16 estão ocupados, taxa de 28,6%. 


O último óbito por Covid na região, conforme o boletim epidemiológico da 14ª CRS, ocorreu no início de setembro.

 

Com baixa procura, ambulatório da Unidade Dom Bosco é desativado

O ambulatório Covid, da Unidade Dom Bosco foi desativado na última sexta-feira, dia 1º. De acordo com a direção do Hospital Vida e Saúde, tratativas estão sendo realizadas para estabelecer atendimentos de novas especialidades no local.


A direção informa que os atendimentos ambulatoriais começaram a reduzir no mês de julho, quando foram contabilizados 683 atendimentos, caindo para 500 em agosto e 428 em setembro. Neste mesmo sentido, no mês de setembro foram contabilizados três óbitos, o índice mais baixo do ano.


Já a UTI Covid continua em operação, com 20 leitos disponíveis. Na quarta-feira, havia apenas um paciente internado no setor.


Sobre a situação atual da pandemia, a diretora geral do HVS, Vanderli de Barros, explica que este é um momento de reorganização, uma vez que houve redução no número de casos de Covid-19. “É um momento que apresenta uma estabilidade no número de casos e que permite pensarmos em outros serviços. Neste sentido, o trabalho da instituição tem sido para que possamos reaproveitar as equipes em outras áreas do hospital. Ao mesmo tempo, estamos trabalhando para oferecer outros serviços para atender a nossa região. No entanto, vale destacar, que continuamos em alerta, mantendo todos os protocolos e a vigilância quanto ao risco de termos novos casos em função de novas variantes”, considera.