Três de Maio deverá ter estudo de mobilidade urbana

Estudo se faz necessário para que sejam feitas melhorias duradouras na estrutura viária das ruas centrais da cidade, já que nos últimos anos, constantemente, são feitas mudanças, tanto na forma de estacionamento, quanto alterações no sentido das vias, entre outros.

Três de Maio deverá ter estudo de mobilidade urbana
Estacionamentos da Avenida Avaí passam a ser oblíquo, no sentido bairro-centro, e lateral, no sentido centro-bairro

Três de Maio fará estudo de mobilidade urbana

 

Investimento é necessário para fazer melhorias duradouras na estrutura viária das ruas centrais da cidade, afirma o coordenador de Trânsito Major Paulo Roberto do Nascimento

 

Passados pouco mais de 40 dias à frente da Coordenadoria de Trânsito da Prefeitura de Três de Maio, Paulo Roberto do Nascimento, o Major Nascimento, já está apropriado dos principais desafios do trânsito do município. A ideia é contratar uma empresa especializada em mobilidade urbana para fazer um estudo sobre o que pode ser feito para melhorar o trânsito em Três de Maio. “Nossa estrutura viária não foi criada para esse número de veículos. Queremos fazer melhorias que sejam duradouras e para isso, precisamos de um estudo mais amplo”, ressalta. 


De acordo com Nascimento, já foram iniciadas tratativas para que um estudo seja realizado. Entre os principais problemas, o coordenador de trânsito destaca o pequeno número de vagas de estacionamento, o caso de faixas de pedestres localizadas nas ruas Rio de Janeiro e Santa Cruz, que são muito próximas a esquinas, junto a rotatórias. “Não tem como o motorista atravessar a rotatória, sem ficar em cima da faixa, o que prejudica o fluxo de pedestres”. Segundo ele, uma alternativa seria recuar as faixas de pedestres, mas para isso teria que ser colocados guard rail (cerca metálica de proteção) nestas esquinas para obrigar o pedestre a atravessar no local correto. Outro problema está na rua Expedicionário Bertholdo Boeck, que devido ao grande fluxo em alguns horários, a coordenadoria estuda uma solução. “Uma hipótese, seria transformar parte dela em mão única”, revela o coordenador. 

 

Coordenador de Trânsito, Paulo Roberto do Nascimento

 

 

Estacionamento da Avenida Avaí


Com relação às mudanças nos estacionamentos da Avenida Avaí, realizadas na semana passada, o coordenador de trânsito explicou que havia muita reclamação, pois, o estacionamento oblíquo no meio da avenida ocasionava muitos transtornos, já que também existia estacionamento lateral na pista, sobrando pouco espaço para a circulação de veículos.  Com a alteração na Avaí, agora há um estacionamento oblíquo no sentido bairro-centro, e um estacionamento lateral no sentido centro-bairro.

 

 

Solicitações da população


Muitas vezes o cidadão três-maiense tem sugestões relativas ao trânsito do município, com local para colocar lombadas ou transformar ruas em mão única, por exemplo. O coordenador de Trânsito explica que para sugerir alterações no trânsito, basta comparecer ao setor de protocolo da prefeitura e protocolar a sugestão de alteração. As solicitações protocoladas passam por avaliação do Conselho Municipal de Trânsito, nas reuniões realizadas a cada dois meses. “Nosso conselho é deliberativo, então o que for definido na reunião será feito”, explica Nascimento, destacando que cada solicitação será estudada e fotografada para ser apresentada ao conselho. A próxima reunião deve acontecer no mês de março. 

Conforme Nascimento, até o momento existem 16 pedidos de lombadas por parte de moradores.

 

 

Aplicativos de transporte de passageiros


Outra questão que está na pauta da Coordenadoria de Trânsito é a regulamentação da lei dos Aplicativos de transporte. Nascimento disse que vai verificar como é o funcionamento em Santa Rosa para buscar exemplos para Três de Maio. A lei municipal que regula os aplicativos de transporte foi sancionada em 2020, mas aguarda regulamentação.

 

 

Cartão de estacionamento para idosos e portadores de necessidades especiais

 

O coordenador de trânsito, Paulo Roberto do Nascimento informou que a Prefeitura está emitindo cartão de estacionamento para idosos e portadores de necessidades especiais. Quem se enquadra nas condições, deve apresentar um documento pessoal com foto e um comprovante de endereço no Palácio Municipal Walter Ullmann. As pessoas portadoras de necessidades especiais ou com dificuldade de locomoção, também precisam apresentar um laudo médico atualizado, que conste o grau da deficiência ou da dificuldade.
As credenciais são válidas em todo o território Nacional para a utilização nos municípios onde houverem vagas destinadas para tal finalidade.