Hoje tem vacinação da primeira dose contra a Covid-19 em gestantes, puérperas e doentes crônicos

Imunização ocorre nas unidades de saúde de referência. Vacina contra Influenza é aplicada para todos os grupos

Hoje tem vacinação da primeira dose contra a Covid-19 em gestantes,  puérperas e doentes crônicos

A Secretaria Municipal de Saúde aplica hoje a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em doentes crônicos, gestantes e puérperas, nas Unidades de Saúde de referência dos munícipes. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tatiane Wächter, a vacinação nas gestantes e mulheres que deram à luz recentemente foi liberada pelo governo do Estado, mesmo para quem não faz parte de grupos prioritários. Em Três de Maio, elas receberão vacina da Pfizer. 


Para hoje está prevista a chegada de mais doses da AstraZeneca, mas o lote é apenas para a segunda dose de quem completa 12 semanas de intervalo em julho.

 

Novas remessas são aguardadas para dose 1

Não há data definida para chegada de novas vacinas para seguir a imunização com a 1ª dose. Quando chegar novas remessas seguirá a vacinação com drive-thru para a faixa etária a partir de 53 anos. Pessoas de 55 a 59 que não foram no drive-thru, devem aguardar a chegada da nova remessa para se vacinar. Trabalhadores da construção civil, indústria e professores que ainda não fizeram a primeira dose, podem agendar na Unidade Central. Na última quarta-feira, foram vacinados grupos de industriários e da construção civil.

 

Dose 2 da CoronaVac 


Na última segunda-feira, 21, Três de Maio imunizou idosos e profissionais da saúde que estavam com a segunda dose da CoronaVac atrasada. No drive-thru, que ocorreu nas dependências da Igreja Batista, foram vacinadas 1.185 pessoas. De acordo Tatiane Wächter, contando as primeiras doses aplicadas com CoronaVac, ainda faltam 144 pessoas para receber a segunda dose. 


“Esta estimativa é baseada nas nossas primeiras doses, porém sabemos que tem pacientes que fizeram a dose 2 em outros municípios, pacientes que vieram à óbito e ainda temos muitos faltosos em função de que estão com Covid, ou que não fechou os 30 dias do início dos sintomas da doença, que é o prazo necessário para se imunizar. Ou, ainda, que fizeram a vacina da Influenza e não passou o prazo de 14 dias”. 


Tatiane explica que esse público, pode agendar a segunda dose na Unidade Central. “Temos agendado um quantitativo de pessoas para poder abrir um frasco e não desperdiçar doses. Então, a cada 10 pessoas, abrimos um frasco”.

 

Vacina contra Influenza está disponível para todos os grupos prioritários
 

A vacina contra a Influenza está disponível hoje, nas unidades de saúde, para todos os grupos prioritários. Assim como no Estado, a procura pela vacina da gripe está abaixo da meta em Três de Maio. 


Tatiane explica que isso acontece principalmente nos grupos de professores e idosos, pois as vacinas da gripe e da Covid-19 foram liberadas praticamente juntas. “Temos a orientação do Ministério da Saúde para priorizar a da Covid. Então, agora que está fechando 14 dias, que é o intervalo preconizado entre as doses para os professores se vacinarem. O mesmo aconteceu com os idosos. Nós tínhamos praticamente 1.400 idosos com atraso de CoronaVac, que também recém fizeram nesta segunda e que devem respeitar os 14 dias de intervalo para poder fazer sua dose da Influenza. Por isso, nossos números estão baixos para esses grupos”, considera a coordenadora.