TAC entre HSVP e Município deve ser firmado ainda neste mês

Medida se torna necessária, segundo o governo de Corso e Josias, para possibilitar novos aportes do Município para o HSVP. Em nove meses, o setor de Urgência/Emergência do HSVP prestou 13.774 atendimentos

TAC entre HSVP e Município deve ser firmado ainda neste mês
Prefeito de Três de Maio, Marcos Corso - Foto Prefeitura de Três de Maio

Após a formalização de um termo de parceria entre Hospital São Vicente de Paulo e Prefeitura de Três de Maio, na semana passada, para evitar o encerramento dos serviços de Urgência/Emergência do Hospital São Vicente de Paulo, o próximo passo é a elaboração do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).


Na semana passada, representantes dos municípios da microrregião – Três de Maio, Independência, Alegria, São José do Inhacorá, Boa Vista do Buricá e Nova Candelária, que destinam recursos para a manutenção do serviço –, estiveram reunidos.

 
Segundo o prefeito de Três de Maio, Marcos Corso, foi definida a criação de uma comissão mista para dar apoio e suporte em diversas questões envolvendo o setor de Urgência/Emergência do HSVP. “Também, para melhorar a comunicação nas demandas locais e dar maior transparência nas questões de saúde, principalmente, porque há recurso público envolvido”, observa Corso.


O prefeito ressalta que a ideia é envolver mais a comunidade, visando a melhoria dos serviços e dar mais eficiência ao próprio Hospital. “Neste período, então, discutiremos novos valores, novos contratos, seja para urgência e emergência como eletivas”, informa.


Corso frisa que tudo deverá ocorrer em conformidade com a vontade das partes. “O TAC deve ser firmado neste mês ainda, até para possibilitar os novos aportes que o governo municipal de Três de Maio fará”, afirmou ao Semanal.


Questionado sobre a questão financeira, se os novos aportes de valores ficarão apenas por conta do Município de Três de Maio, o prefeito não quis entrar em detalhes, apenas adiantou que serão realizadas mais conversações em conjunto. 


Os valores serão divulgados somente após ser firmado o TAC.

 

Na microrregião, Três de Maio, seguido por Independência, são os que demandam maior número de atendimentos de Urgência/Emergência

Neste ano, de 1º de janeiro a 30 de setembro, o setor de Urgência/Emergência do HSVP prestou 13.774 atendimentos, abrangendo ao todo, pacientes de 86 municípios de todo o Estado. 
Contudo, desses mais de 13 mil atendimentos, 10.637 são de pacientes de Três de Maio – município sede da unidade. Já o outro município que demanda bastante atendimento de Urgência/Emergência é Independência, que no período enviou 1.462 pacientes, ou seja, uma média de 162 pacientes por mês (em nove meses).


Sendo Três de Maio o município sede, e o que possui maior número de atendimentos no setor, o Executivo Municipal autorizou, em 2021, o repasse de R$ 1,5 milhão ao HSVP, valores estes que já foram pagos antecipadamente.