Saúde e educação recebem mais investimentos do que determina a lei

Apesar do município de Três de Maio ter uma queda R$ 1,367 milhão no orçamento em relação a 2020, as áreas da educação e saúde devem receber em 2021 mais recursos do que determina a lei, a exemplo dos anos anteriores. O maior montante será destinado para a Secretaria de Educação - mais de R$ 25 milhões, o que representa 26,63% e para a saúde serão mais de R$ 19 milhões – o que representa 18,75%. De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, 15% do orçamento deve ser destinado para saúde e 25% para a educação. Em São José do Inhacorá e Independência, investimentos nas duas áreas também serão maiores do que estabelece a legislação

Saúde e educação recebem mais investimentos do que determina a lei

Nas prefeituras da microrregião, saúde e educação terão mais recursos para investimentos em 2021

 

Em Três de Maio, Orçamento é R$ 1,367 milhão menor com relação a 2020. Maior montante será destinado para a Secretaria de Educação, superior a R$ 25 milhões. Já São José do Inhacorá teve um incremento de mais de R$ 1 milhão para 2021

 

Atravé do Orçamento municipal, as prioridades dos governos municipais são transformadas em ações concretas da prefeitura na prestação dos serviços essenciais à população. São elaboradas metas para que os municípios possam realizar investimentos e proporcionar melhorias constantes nas áreas da saúde, educação, obras, entre tantas outras.


O Jornal Semanal realizou levantamento com as prefeituras da microrregião sobre o Orçamento previsto para 2021 e quais setores e secretarias devem receber maior volume de recursos para investimentos. Os municípios de Independência e Três de Maio tiveram decréscimo nos Orçamentos de 2021, em relação ao ano passado. Independência passou de R$ 31.705 milhões para R$ 31.452 milhões, ou seja, em torno de R$ 250 mil a menos que no ano passado. Já em Três de Maio, o Orçamento que era de R$ 105.937 milhões em 2020, passou para de R$ 104.570 milhões, em 2021, ou seja, R$ 1,367 milhão a menos.


Em contrapartida, São José do Inhacorá passou de R$ 22.540 milhões para R$ 23.600 milhões, representando um acréscimo de R$ 1,060 milhão para investimentos. 


Dentre os setores e secretarias que irão receber maior montante de recursos estão saúde, educação, obras e  agricultura (veja as tabelas com os valores). No caso de Três de Maio, a Secretaria de Educação (que engloba Cultura e Esporte) terá o maior volume de investimentos, na ordem de mais de R$ 25 milhões, representando.


Também estão detalhados os valores que ficarão disponíveis para os Poderes Executivos e Legislativos de cada município. Os valores de cada secretaria fazem parte do orçamento do Poder Executivo.