Plano de ações da Corsan prevê investimentos de R$ 5 milhões

Valor será investido na construção de uma unidade de tratamento do lodo; de um novo reservatório de água no Bairro Ulmann e na subestação de energia, visando melhorar o sistema elétrico na captação de água, em Lajeado Biriva

Plano de ações da Corsan prevê investimentos de R$ 5 milhões
No encontro entre o Executivo e Legislativo, superintendentes da Corsan e da RGE se comprometeram em melhorar a prestação de serviços ao Município

O contrato de prestação de serviços celebrado entre Corsan e Município e as melhorias que a companhia pretende realizar no saneamento básico da cidade foram debatidos durante encontro com representantes do Executivo e Legislativo no último dia 2 de fevereiro. A reunião foi intermediada pelo prefeito Marcos Corso e pelo presidente do Legislativo, vereador Antonio de Oliveira, tendo a participação do superintendente da Corsan da Região das Missões, João Batista Corim da Rosa, bem como do consultor de negócios da RGE da Região Noroeste, Rodinei Gerardon, visando alinhar os trabalhos executados na rede de abastecimento de água e de energia elétrica no município. 


Renovado em 2012, o contrato entre Corsan e Município de Três de Maio, na época, determinava que a companhia de abastecimento implementasse cronograma de melhorias no saneamento básico na cidade. Porém, algumas melhorias não foram realizadas. Diante dessa situação, a Corsan se comprometeu a informar ao Executivo a relação dos serviços que foram executados, num prazo de 15 dias.


Durante o encontro, os representantes das entidades discutiram o Plano Municipal de Saneamento Básico de Três de Maio e algumas melhorias na unidade de captação de água da Corsan (em Lajeado Biriva) e no abastecimento de água ao município.

 


Quando falta luz, falta água


Uma das maiores reclamações da população três-maiense é quanto à interrupção no abastecimento de água quando falta energia (RGE). 


Tanto Executivo como Legislativo declararam que é necessário haver um alinhamento entre Corsan e RGE, especialmente no que diz respeito ao fornecimento de energia. Isso porque a interrupção de energia pela concessionária ocasiona problemas no abastecimento de água (no recalque de captação no Lajeado Biriva) para os consumidores três-maienses. Neste sentido, os representantes da Corsan e RGE se comprometeram em planejar as ações em conjunto. 

 


Corsan e a parceria com a RGE


O consultor de negócios da RGE da Região Noroeste, Rodinei Gerardon, revelou, que a companhia vai investir na melhoria da rede com substituição de alguns postes e isoladores. 
Já a Corsan, está licitando uma nova subestação de energia, com investimentos de mais de R$ 1,3 milhão com recursos próprios, visando melhorar a instalação elétrica na captação de água, em Lajeado Biriva. A finalidade é dar maior estabilidade ao sistema de energia. 

 


Unidade de tratamento de lodo


No planejamento da Corsan para 2021, está prevista a construção de uma unidade de tratamento do lodo. O processo licitatório está em andamento. Serão investimentos mais de R$ 4 milhões na obra. 


Além deste, a Corsan irá passar por um processo de adequação e melhorias da unidade de Três de Maio, nas suas instalações, estação de tratamento e escritório, com implantação de acessibilidade. 


E, outro projeto será a construção de um novo reservatório de inox de 50 metros cúbicos no Bairro Ullmann, para atender a população do bairro e arredores. Serão mais de 50 mil litros de água da Corsan para reserva.

 


Plano Municipal de Saneamento


Também foi tratada a questão do Plano Municipal de Saneamento Básico. O superintendente da Corsan da Região das Missões, João Batista Corim revelou que o contrato entre Município e Corsan remete para o Plano, e falou da importância de dar início à revisão deste em conjunto com o governo municipal.


O prefeito Corso e o vereador Antonio ressaltaram as questões que são urgentes a serem tratadas como prestação do serviço de coleta do esgoto (transporte e tratamento) e as fossas. A Corsan se comprometeu em incluir estes pontos na revisão do Plano Municipal de Saneamento.
Novos encontros devem ser realizados entre representantes do Legislativo, do Executivo e da Corsan neste sentido.


Ainda, participaram da reunião, o presidente da ACI, Fábio da Luz; o chefe de Gabinete, Pato Roberto; o gerente local da Corsan, Miguel Lugosch, o superintendente adjunto Regional Missões da Companhia, Gerson Rodrigues e o gestor da coordenadoria operacional de Santa Rosa, Giuliano Daronco.