1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão

1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão
1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão

1ª Copa Nena reuniu 400 atletas, entre crianças e adolescentes da região, e grande público no Estrelão

Além de homenagear Luiz Pereira, grande incentivador do esporte local, o evento também tinha como objetivo a integração entre as escolinhas de futebol

Com a participação de 10 escolinhas de futebol das cidades de Três de Maio, Santo Ângelo, São Luiz Gonzaga, Horizontina, Crissiumal, Santa Rosa e Tuparendi, envolvendo cerca de 400 atletas nas categorias sub-7, sub-9, sub-11 e sub-13, divididos em 37 equipes, foi realizado no último domingo, dia 6, no Estádio Estrelão, em Três de Maio, a 1ª Copa Luiz Pereira (Nena) de Futebol Oito.
A copa teve como objetivo homenagear Luis Perreira, o Nena,  idealizador  do projeto “Viva Botafogo, Viva a Oportunidade”, que proporciona a prática do futebol para meninos e meninas em um ambiente de inclusão, além de desenvolver nas crianças os valores de respeito, empatia e igualdade no esporte.
Com um público estimado em mais de mil pessoas – entre familiares e amigos –, durante as10 horas de evento, foram realizados 85 jogos até os campeões serem conhecidos já por volta das 18 horas. De Três de Maio, participaram nove equipes do Botafogo e sete equipes do Oriental.
De acordo com o coordenador das Escolinhas de Base do Botafogo, Carlos Rosário Alves, o Carlão, a competição, além de homenagear a figura do Nena em vida, teve o objetivo de trabalhar a integração entre escolinhas parceiras, além da  valorização do projeto das Escolinhas de Base do Botafogo. “Nossos alunos do Botafogo irão retribuir a participação em campeonatos de todas as escolinhas que estiveram no nosso evento do último domingo”.
Carlão revela que nesta competição, o Botafogo priorizou a participação de todos os atletas. “Nas nove equipes que nós colocamos, tentamos fazer, de uma forma muito clara, a inclusão de todos os atletas que estavam em condições de jogar. Nós valorizamos aquelas crianças, aquelas famílias que participam do projeto ativamente, participam das promoções do Botafogo”, salienta.
A importância do trabalho dos pais e mães também foi destacada pelo coordenador. “Foi um evento bem difícil de fazer porque envolveu muita gente. Foram mais de 400 atletas. Deu um volume muito grande de pessoas no estádio, então nós precisamos de toda a estrutura tanto dos pais da escolinha, quanto da diretoria do Botafogo, do departamento de veteranos”, considera, agradecendo também a todas as equipes e familiares que se fizeram presentes.

Momento da abertura dos jogos que teve a participação de 400 crianças e adolescentes de seis municípios da região. De Três de Maio o Botafogo participou com nove equipes e o Oriental com sete

Estádio foi divido em três campos, assim três jogos foram realizados simultaneamente, totalizando 85 partidas

Estádio ficou lotado de torcedores de toda região

Equipe A do Botafogo conquistou o 2º lugar da categoria Sub-11, juntamente com o presidente do Botafogo, Irineu Classmann, Nena, Carlão, Valdir, prefeito Marcos Corso e vice-presidente do Botafogo, Ademir Zaharko

Equipe do Oriental conquistou o 2º lugar da categoria Sub-7

Equipe B do Botafogo conquistou o 3º lugar na categoria Sub-9

Equipe do Oriental conquistou o 3º lugar da categoria Sub-11

 

EQUIPES VENCEDORAS
SUB-7

1º lugar: Verde Sports Santo Ângelo
2º lugar: Oriental  Três de Maio
3º lugar: Grêmio Santo Ângelo
SUB-9
1º lugar: Boleiros Horizontina 
2º lugar: ASR Santa Rosa
3º lugar: Botafogo Três de Maio B
SUB-11
1º lugar: Escola Rubro Negra de Crissiumal 
2º lugar: Botafogo Três de Maio A
3º lugar: Oriental Três de Maio 
SUB-13
1º lugar: ASR Santa Rosa
2º lugar: SER Santa Rosa
3º lugar: Grêmio Santo Ângelo

ESCOLINHAS  PARTICIPANTES
Três de Maio: Botafogo e Oriental
Santo Ângelo: Verde Sports e Grêmio
Tuparendi: Academia Bello Centro 
São Luiz Gonzaga: GBB 
Horizontina: Boleiros 
Crissiumal: Escola Rubro Negra
Santa Rosa:  ASR e SER

 

Nena na entrega da premiação com o atleta do Botafogo e Carlão, coordenador das categorias de base do Botafogo

 

‘É muito bom você fazer em vida. Porque o que adianta falar de alguém, dar um troféu para alguém, se esse alguém não está mais presente?’, diz Nena sobre Copa realizada em sua homenagem

Ao falar ao Semanal, Luiz Pereira, o Nena,  não escondeu a emoção pela homenagem recebida no último domingo. 
“Eu vim de Santa Catarina para cá para socialização com todas as pessoas, desde aquela que não tem nada, até aquela que tem bastante. Hoje, eu sou uma pessoa realizada com todo trabalho realizado no esporte e por ser lembrado em vida. No ano passado fui homenageado pelo Legislativo e agora com esse campeonato. O melhor é que está sendo feito em vida. O que adianta falar de alguém, dar um troféu para alguém, se esse alguém não está mais presente, não está mais aqui?  Sou grato demais à comunidade três-maiense”, diz emocionado. 
Nena deixa claro sua paixão pelo Botafogo e pede a união para nunca deixar o clube preto e branco morrer. “Nós temos que trabalhar por esse clube para que não deixe as categorias de base esmorecer. Precisamos fortalecer cada vez mais. Tenho certeza que coisas melhores virão e que a escolinha faz a diferença na vida de muitas crianças. Apesar dos custo que envolve uma competição, como troféu, placas, arbitragem, valeu muito a pena porque tivemos êxito, reunimos centenas de crianças e adolescentes...., nunca tinha visto tanta gente dentro do estádio como tive a oportunidade de ver no domingo”, comemora. 
Nena também falou que a ajuda da comunidade é muito importante para concretização dos projetos do Botafogo. “Ajude-nos que nós vamos ter coisas melhores. Estamos fazendo o nosso salão de festas. Daqui uns dias começa o Nena a correr atrás de dinheiro para conclusão da obra. Alguém tem que fazer, e apesar do meu problema de saúde, eu sempre  estou pronto para ajudar. Jamais vou deixar o Botafogo na mão”, salienta.
“Muito obrigada, de coração! A emoção é grande. Chorei, dei risada. É o reconhecimento de um trabalho. Agradeço em especial ao meu amigo Carlão que foi uma pessoa que trabalhou muito para organização deste evento, ao poder público que ajudou, às empresas que ajudaram, à imprensa escrita e falada por sempre divulgar  as atividades do Botafogo. Muito obrigado a todos. Um abraço muito apertado desse amigo de vocês, Luiz Pereira, o Nena”, finaliza.