Três de Maio fecha 2023 com saldo positivo de 239 empregos formais

Setores de serviços, comércio e indústria puxaram a geração de postos de trabalho no município

Três de Maio fecha 2023 com saldo positivo de 239 empregos formais
Desempenho três-maiense foi o segundo melhor da Região Fronteira Noroeste, atrás somente de Santa Rosa

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou na terça-feira, 30, os dados sobre os postos de trabalho em dezembro de 2023. Conforme o painel de dados, no acumulado do ano passado, Três de Maio criou 239 empregos. O número é 4,12% superior ao total de empregados no final de 2022. O desempenho anual foi superior ao registrado em 2022 (223) e no recorte dos últimos 22 anos – base de informações que o Caged tem disponível – foi o sétimo melhor ano do município. Agora, o mercado de trabalho três-maiense tem 6.036 trabalhadores.

O desempenho três-maiense foi puxado pelos setores de serviços, indústria e comércio. Somente os serviços registraram crescimento de 107 postos de trabalho em 2023 (+4,8%). No comércio, o saldo é de 72 (+3,9%) e na indústria, 69 (+4,4%).

Os setores com menos trabalhadores no município foram os que apresentaram saldo negativo. A construção recuou em 4 empregados (-2,8%), enquanto que a agropecuária teve saldo de -5 (-11,6%).

O saldo do município foi o segundo melhor entre os municípios da Região Fronteira Noroeste. Três de Maio somente ficou atrás de Santa Rosa, que teve saldo positivo de 414 empregados.

Apesar de ter fechado 2023 com um bom desempenho, dezembro registrou mais desligamentos do que novas admissões. Foram 196 pessoas admitidas contra 252 desligamentos, resultando um recuo de 56 trabalhadores. Por setor, apenas o comércio aumentou o número de empregados no mês (+11). Agropecuária registrou -1, construção -9, serviços -22 e indústria -35. Cabe ressaltar que o mês de dezembro costuma registrar recuo no número de empregados, como ocorreu em 2020 (-81), 2021 (-40) e 2022 (-18).

 

DESEMPENHO DE TRÊS DE MAIO EM 2023

Sertor Empregados Sakdo %
Agropecuária 38 -5 -11,6%
Indústria 1.628 69 4,4%
Construção 136 -4 -2,8%
Comércio 1.919 72 3,9%
Serviços 2.315 107 4,8%
Total 6.036 239 4,1%

 

Saldo de Três de Maio nos últimos 15 anos

Ano Saldo
2009 133
2010 286
2011 356
2012 247
2013 279
2014 79
2015 -76
2016 -42
2017 74
2018 62
2019 48
2020 -118
2021 78
2022 223
2023 239

 

Postos de trabalho na indústria recuam, e setor de serviços é o que mais emprega na Fronteira Noroeste

A Região Fronteira Noroeste apresentou um saldo positivo de 332 trabalhadores no ano passado. O resultado corresponde a um crescimento de apenas 0,69%.

O setor que mais gerou empregos foi de serviços, com saldo de 641, com destaque para Santa Rosa, que teve saldo de 428 empregos no período, seguido por Três de Maio (107) e Horizontina (52). Apenas três municípios tiveram saldo negativo no setor. O crescimento do setor foi de 4,18%.

O comércio também apresentou bom desempenho no ano passado, com saldo de 312 empregos. Os melhores resultados ocorreram em Santa Rosa (saldo 167), Três de Maio (72), Santo Cristo (41) e Horizontina (28). Oito municípios tiveram saldo negativo. Percentualmente, o setor cresceu 2,40%.

Os demais setores registraram saldos negativos em 2023. A indústria teve o pior desempenho, com saldo negativo de 386 postos de trabalho. A redução foi puxada, principalmente, pelo município de Horizontina, que fechou 2023 com 630 postos de trabalho a menos que em 2022, Boa Vista do Buricá (-49) e Nova Candelária (-39). A variação é de -2,42%.

A construção recuou em 174 empregados. Mesmo com 13 municípios registrando saldo positivo no ano, o setor recuou devido ao desempenho negativo no município de Santa Rosa  com redução de 256 postos de trabalho no período. O recuo na região no setor é de -8,59%.

A agropecuária também registrou saldo negativo, com redução de 61 postos. Dez municípios tiveram desempenho positivo, com destaque para Alegria e Tuparendi, com saldo positivo de 15 postos de trabalho cada. O setor recuou 3,77% no ano.

Cinco municípios tiveram saldo negativo: Horizontina, Campina das Missões, Nova Candelária, Boa Vista do Buricá e Alecrim. 

Já os municípios de Santa Rosa (+414), Três de Maio (+239), Santo Cristo (+76), Tuparendi (+51) e Cândido Godói (+38), tiveram crescimento em relação ao ano de 2022 .

Atualmente, a região conta com 48.297 empregados, segundo o Caged. Com o desempenho de 2023, serviços passou a ser o setor que mais emprega na Fronteira Noroeste, com 15.983 empregados. A indústria é o segundo setor, com 15.584, seguido pelo comércio, 13.315, construção, 1.857, e agropecuária, 1.558.

 

DADOS DE EMPREGADOS NA REGIÃO FRONTEIRA NOROESTE

Município dez/22 dez/23 Saldo %
Santa Rosa 23.523 23.937 414 1,76%
Três de Maio 5.797 6.036 239 4,12%
Santo Cristo 3.245 3.321 76 2,34%
Tuparendi 1.201 1.252 51 4,25%
Cândido Godói 1.111 1.149 38 3,42%
Independência 900 926 26 2,89%
Senador Salgado Filho 199 215 16 8,04%
São José do Inhacorá 695 708 13 1,87%
Tucunduva 678 691 13 1,92%
Porto Mauá 114 126 12 10,53%
Alegria 231 242 11 4,76%
Porto Vera Cruz 49 57 8 16,33%
Porto Lucena 314 316 2 0,64%
Dr. Maurício Cardoso 356 360 4 1,12%
Novo Machado 186 186 0 0,00%
Alecrim 398 394 -4 -1,01%
Boa Vista do Buricá 1.594 1.589 -5 -0,31%
Nova Candelária 774 761 -13 -1,68%
Campina das Missões 599 578 -21 -3,51%
Horizontina 5.996 5.448 -548 -9,14%
Total 47.960 48.292 332 0,69%

 

DADOS POR SETOR REGIÃO FRONTEIRA NOROESTE

Setor Empregados Saldo %
Agropecuária 1.558 -61 -3,77%
Indústria 15.584 -386 -2,42%
Construção 1.852 -174 -8,59%
Comércio 13.315 312 2,40%
Serviços 15.983 641 4,18%
Total 48.297 337 0,70%