Hospital Vida e Saúde precisa de doação de leite humano

Banco de leite teve queda de mais de 50% nas doações nos últimos meses

Hospital Vida e Saúde precisa de doação de leite humano
Hospital Vida e Saúde precisa de doação de leite humano

O estoque do Banco de Leite do Hospital Vida e Saúde está terminando. Atualmente a demanda da UTI Neonatal é atendida, principalmente, pelas doações das mães que têm seus filhos internados na Unidade. Já as doações de mães voluntárias, que trazem o leite até a Instituição, teve uma queda de mais de 50% durante a pandemia de coronavírus.
No início do ano eram 23 doadoras e atualmente apenas 11. De acordo com a nutricionista, Marília Fernandes, o que preocupa são os próximos meses, se não aumentar as doações externas. A média necessária é de 2 litros, por dia para atender a demanda dos bebês da UTI Neonatal, atualmente a média está em 900ml.
Nos dois últimos meses foi possível atender os bebês da UTI Neonatal com o estoque de leite humano realizado ao longo do ano. No mês de junho, a demanda foi atendida, 80% com leite humano, e o restante, com fórmula. O estoque está terminando e o Banco de Leite precisa de doadoras.

 

Como fazer a doação

Em função da pandemia, o Banco de Leite ampliou a forma de doação, para facilitar e preservar ainda mais a saúde das doadoras. As mães podem pegar o kit na recepção do hospital e coletar em casa. O prazo máximo para ficar com o frasco, em casa, no congelador, é de 10 dias. Após a coleta, a mãe leva o recipiente para o hospital e pode entregar na recepção, durante o horário de funcionamento do Banco de Leite. Dessa forma, ela não precisa entrar na Instituição. Outra novidade é o novo horário de atendimento a partir de agosto. A entrega pode ocorrer de segunda a segunda das 8h às 12h e das 13h30min às 19h. Mais informações pelo telefone 3512-5050 ramal 205.

 

Os principais benefícios da doação
● Protege a criança contra diarreias, infecções respiratórias e alergias.
● Reduz em 13% a mortalidade em crianças menores de 5 anos.
● Reduz risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.
●O leite materno é importante para todos os bebês, principalmente para os que estão internados e não podem ser amamentados pela própria mãe. Qualquer quantidade de leite pode ajudar. Para se ter uma ideia, 1 ml de leite já é suficiente para nutrir um recém-nascido a cada refeição, dependendo do peso. O pote não precisa estar cheio para ser levado ao Banco de Leite Humano.
Quem pode doar
Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano. Para doar, basta ser saudável e não tomar nenhum medicamento que interfira na amamentação.
O organismo produz leite na medida em que a mama é esvaziada. Quanto mais a mulher amamenta ou ordenha o leite, maior será a frequência de reposição. Por isso, não há razão para temer que seu bebê ficará sem o seu leite, caso decida doar. Tenha certeza de que seu corpo responderá à altura.