Terça-feira, 19 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1584
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Núcleo Habitacional Ana Terra já tem moradias em construção

16/08/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
A partir da assinatura dos contratos, famílias contempladas (que precisam pagar pelo terreno e pelos custos da construção) têm um prazo de seis meses para dar início às obras

O casal Maria Rodrigues Pitrowski, 55 anos, e Armando Albino Pitrowski, 54, mora de favor há mais de dois anos, no Bairro Pio XII. Mas isso deverá, em breve, mudar.
Maria e Armando estão entre aqueles que a sorte acompanhou na destinação dos 50 lotes do Núcleo Habitacional Ana Terra, o qual é uma iniciativa de habitação popular da administração municipal de Três de Maio.
O núcleo se situa no Bairro 29, em áreas contínuas ao loteamento Santa Maria. Algumas famílias já começaram a construir nos seus lotes.
A definição dos contemplados ocorreu por sorteio, realizado em 14 de dezembro. Antes, as inscrições puderam ser realizadas entre 26 e 30 de novembro.

Núcleo é composto por 50 lotes; assinatura dos contratos com as famílias foi realizada em maio

Não início da construção no prazo pode resultar na perda do lote
No caso do Núcleo Habitacional Ana Terra, as famílias têm de adquirir os lotes, com o pagamento podendo ser parcelado. Foi estabelecido o valor de R$ 60 por metro quadrado.
São 23 terrenos que juntos totalizam 4.664,09 metros quadrados (média de 202,78 metros quadrados por terreno) e outros 27 que somam 5.417,20 metros quadrados (média individual de 200,63 metros quadrados).
Uma cerimônia de assinatura dos contratos com as famílias contempladas foi realizada no dia 2 de maio. A partir da assinatura, os beneficiados têm até seis meses para iniciar a construção das moradias (que é de sua responsabilidade, o que inclui os custos) e 18 meses para a conclusão.
Se, passados os seis meses, houver famílias que não tiverem iniciado as obras, elas poderão perder o direito ao lote, conforme prevê o edital, com o Município devolvendo a elas os valores pagos até então. Nestes casos, serão chamados os próximos da fila.

Expectativa de se mudar em dezembro
Maria Pitrowski é doméstica, e Armando, torneiro mecânico. Foi a primeira vez que se inscreveram em um programa habitacional da Prefeitura.
E eles já estão construindo no seu terreno - terminaram o alicerce, iniciado em 22 de junho. Serão cinco ambientes: sala, quarto, cozinha, banheiro e lavanderia.
A expectativa deles é de que a casa seja concluída no mês de dezembro. "Tudo isso significa estarmos no nosso próprio lar. Pedimos muito a Deus que conseguíssemos ser sorteados, e estamos muito felizes que vamos conseguir ter a nossa própria casa", comenta Maria.
O calçamento de trecho da Rua Horizontina, rua que dá acesso ao núcleo habitacional, está sendo finalizado, assim como está sendo feito o calçamento das ruas adjacentes ao núcleo. As redes de luz e água já estão concluídas.
O prefeito Altair Copatti destaca que a Prefeitura disponibilizará uma infraestrutura de qualidade, mas solicita aos contemplados que cuidem de seus novos lares e do núcleo onde vão viver. "O que a gente espera é que eles morem no melhor lugar, mas quem vai construir este lugar serão eles. A construção, a organização e o ambiente do local serão eles que dirão como vão ser", avalia o prefeito.

Hoje residindo de favor, casal Maria e Armando Pitrowski foi sorteado logo na primeira inscrição que fez em um projeto habitacional da Prefeitura



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/11/2019   |
08/11/2019   |
08/11/2019   |
08/11/2019   |
01/11/2019   |
01/11/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS