Terça-feira, 20 de agosto de 2019
Ano XXXI - Edição 1571
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Proerd: um aliado na prevenção às drogas

22/07/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Proerd: lutando contra as drogas, ensinando a dizer não
Desde o ano 2000 Proerd já formou em torno de 10 mil alunos nos municípios de Três de Maio, São José do Inhacorá e Independência 

Desenvolvido pela Brigada Militar de Três de Maio desde o ano de 2000, nas cidades de Três de Maio, Independência e São José do Inhacorá - com apoio das escolas e entidades parceiras -, o Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência - Proerd, já realizou a formatura de cerca de 10 mil alunos nestes municípios. 
Na última quinta-feira, 11 de julho, foi a vez de 240 alunos dos quintos anos das escolas da rede estadual Cardeal Pacelli, Professora Glória Veronese (Ciep), Castelo Branco e Alberto Pasqualini (Consolata); municipal Germano Dockorn e São Pedro; e privadas Setrem e Dom Hermeto, receberem os certificados de formandos do programa. O evento, no auditório do Colégio Dom Hermeto, teve a presença dos alunos formandos, professores, direção das escolas, representantes da BM, governo municipal de Três de Maio e demais autoridades.
O instrutor do Proerd, soldado Michael Zdruikoski destaca a importância do projeto, que é um grande aliado da sociedade no combate às drogas em Três de Maio e região. "Hoje temos uma grande problema e que merece atenção, temos muito adolescentes com tempo ocioso circulando por bares e praças vulneráveis à oferta de drogas e álcool. O Proerd, neste sentido, orienta cada um destes em sala de aula, mas precisamos pensar nas horas vagas como ocupar estes jovens e também em encaminhá-los-los ao mercado de trabalho, para que assim deixem de estarem vulneráveis e se ocupando com algo que trará um bem maior a sociedade como um todo", enfatizou.
A 1ª tenente da Brigada Militar de Três de Maio, Juliana Boz, também faz uma observação importante: "o Proerd é o único programa de prevenção ao uso de drogas e violência desenvolvido em Três de Maio, que precisa ser valorizado e encarado como um projeto social". Para ela, a iniciativa deve ser apoiada não somente pela comunidade escolar, mas pelos órgãos públicos do município com objetivo único de proteger e orientar os jovens. "Família, escola e comunidade devem se unir na tentativa de conscientizar que a droga é um mal que atinge nossa sociedade e acaba destruindo crianças e adolescentes em formação, e dizimando famílias", alerta Juliana.

Neste primeiro semestre, Proerd formou 240 alunos dos quintos anos de oito escolas das redes estadual, municipal e privada de Três de Maio

'Precisamos pensar nas horas vagas como ocupar estes jovens e também em encaminhá-los-los ao mercado de trabalho, para que assim deixem de estarem vulneráveis ao mundo das drogas', orienta instrutor do Proerd, soldado Michael Zdruikoski   

Redações Destaque, em primeiro lugar, das escolas participantes:
O QUE EU APRENDI COM O PROERD
No dia 11 de abril nós da 5ª série começamos a fazer aula de Proerd com um instrutor chamado Soldado Michael. Ele foi muito legal e fizemos alguns combinados de comportamentos para as aulas darem certo.
Nas aulas aprendemos sobre alguns tipos de drogas, cigarro, bebidas alcoólicas, comportamentos e atitudes e como lidar em certas situações de risco. Aprendemos que se vermos alguém fumando ou consumindo bebidas alcoólicas temos que nos afastar e ignorar convites para participar. Que é importante manter a calma em desentendimentos e ter certeza do que falamos, evitando fofocas.
Vimos que as bebidas alcoólicas como: cerveja, vodca, cachaça, vinho e outras causam vício, não podem ser vendidas pra quem tiver menos de 18 anos e devem ser evitadas. Essas bebidas deixam o cérebro e o corpo mais lentos e trazem o risco de causar muitos problemas, como brigas e acidentes de trânsito.
Aprendemos que o cigarro causa dependência, faz mal ao pulmão e ao coração porque contém nicotina que é uma substância muito nociva à saúde. Nós devemos falar para nossos familiares não fumar e ficar longe de quem fuma, pois ficando perto e inalando a fumaça é a mesma coisa que fumar.
No Proerd, o soldado Michael não tolera mentiras. Assim é na vida também, precisamos sempre falar a verdade por mais que tenha consequências, mentir sempre será pior e as pessoas perdem a confiança na gente.
Muito obrigado soldado Michael por nos ensinar o certo e o errado em muitas situações de nossa vida.
Emily Vitória Soares Moura, 5ª série Turma 51, da EEEF Profª Glória Veronese - CIEP

O QUE EU APRENDI COM O PROERD
O Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência - Proerd é um programa que acontece em todo país com alunos do quinto ano de escolas públicas e particulares. 
Aqui em Três de Maio, na Setrem, o Proerd é realizado pelo soldado Michael que nos apresentou a música, a coreografia e o mascote do programa. 
Esse programa é importante, pois ensina muitas coisas que precisamos saber sobre as drogas, suas consequências de uso e formas de evitá-las. 
Durante as aulas aprendi que devemos evitar o caminho das drogas, que precisamos desconfiar e ter cuidado com o que pessoas estranhas nos oferecem. 
Aprendi também, que existem dois tipos de drogas: as lícitas e as ilícitas. As drogas lícitas são encontradas facilmente em bares, mercados, farmácias, pois são autorizados a venda e o uso. As drogas ilícitas são encontradas no mercado "negro" ou escuro: crack, cocaína, maconha e outras que são frutos do crime. 
O soldado também falou sobre os estilos de comunicação (exigente, confiante e inseguro) e estratégias de resistência para evitar a pressão e uso das drogas. 
Um ponto muito importante, que foi falado, foi sobre o respeito ao outro. Aprendi que cada um tem o seu valor, precisamos respeitar todos e também as suas escolhas. 
Assim, compreendi um pouco mais sobre as drogas e seus perigos e aprendi também, que devemos sempre falar a verdade porque as mentiras trazem consequências, que devemos ficar longe de todas drogas que fazem tanto mal para a nossa saúde, atingindo nossas famílias e a comunidade. 
Arthur Zimmer, 5º Ano, turma 404, da Setrem

O QUE EU APRENDI COM O PROERD
No mês de abril veio o Soldado Michael nos dar aula de Proerd na Setrem. As aulas que ele nos deu foram muito legais, pois ele nos transmitiu uma mensagem de valorização à vida nos dizendo que devemos nos manter bem longe das drogas e da violência.
Aprendemos quais são os efeitos das drogas no organismo e as consequências de seu uso. 
O soldado nos disse também que não podemos fumar, porque iremos prejudicar a nossa saúde e perder amizades. Não devemos ficar perto de alguém que fuma porque seria a mesma coisa que estarmos fumando sem termos o cigarro na boca, pois estaremos respirando a mesma coisa de quem está fumando.
Aprendemos ainda, que não devemos ingerir bebida alcoólica até os 18 anos, pois isso nos prejudicará e poderá causar danos aos nossos órgãos. Se bebermos em grande quantidade, poderemos até morrer.
O Soldado nos deixou claro que devemos ter respeito e sempre falarmos a verdade. Precisamos saber lidar ou resolver situações de tensão. 
E para finalizar eu diria que essas aulas do Proerd foram muito importantes para mim, pois aprendi que jamais devemos aceitar drogas porque ela só trará tristeza, angústia e solidão na nossa vida e com certeza iremos perder várias amizades saudáveis que nos fizeram felizes. Então diga não às drogas, seja inteligente e invente uma desculpa, assim que alguém oferecer. Dê valor à sua vida!
Mateus Nicoli Sklar, 5º Ano, turma 227, da Setrem

O que EU aprendi COM O PROERD
No primeiro dia o soldado Michael veio na Escola São Pedro para desenvolver o projeto do Proerd. No dia fizemos alguns combinados, e quem tivesse alguma pergunta era para colocar dentro de uma caixinha.
A parte que mais gostei das aulas foi quando nós desenhamos e pintamos o leão Dare, Michael também ensinou a Dizer não as drogas, porque se não você pode morrer também dizer não aos cigarros e as bebidas porque faz mal e pode matar muitas pessoas.
Também aprendemos a respeitar os colegas, a escutar a opinião dos outros, ele também ensinou a sair dos momentos difíceis e tensão, ou seja quando algum amigo ou amiga te convida para ir fumar ou beber dizer não e arrumar uma desculpa, ele também ensinou a falar a verdade para os seus pais e nunca mentir para eles.
Ele ensinou a não fumar drogas não ficar perto de pessoas que fumam bebem e que usam drogas.
Ele disse que usava uma arma nas escolas caso acontecer alguma coisa ele estava pronto para ajudar.
Para mim o Michael é ótimo professor, que você seja sempre um cara legal, divertido e bacana que você sempre seja um policial fazendo o bem, e prendendo os bandidos, continue sempre ajudando a população e volte sempre.
João Vitor Lermen da Cunha, 5º ano, da EMEF São Pedro

O que eu aprendi com o Proerd
Eu sou Evelyn, estudo na Escola Castelo Branco, no 5º ano, turma 51. No mês de abril, o soldado Michael veio até a nossa sala para começar a dar aulas do Proerd para nós. Ele explicou quais eram os combinados do Programa. Ele também explicou que se usarmos droga, bebermos cerveja ou outros tipos de bebidas alcóolicas e fumarmos, isso pode afetar o nosso cérebro, nariz, boca, pulmões, coração e fígado.
Esses órgãos são muito importantes, nós precisamos deles, por isso se você beber, fumar ou usar drogas, eu sugiro que você pare! 
Outra coisa muito importante que vou levar para a minha vida toda é ser honesta e respeitar as pessoas. Como espera que te respeitem se você não respeita os outros? E você também deve sempre ser honesto, falar a verdade. Vou dar um exemplo: você se meteu em uma encrenca e precisa da ajuda de seus pais, mas não quer contar nada a eles. Como espera que eles te ajudem se você não for honesto com eles? É preciso falar a verdade!
Também fizemos cartazes e pintamos o leão do Proerd, nós fizemos muitos cartazes lindos, dizendo "não às drogas".
Minha opinião sobre o Proerd: o Proerd é um programa que ensina a dizer não às drogas de um jeito legal e divertido.
Evelyn Luiza Maier, 5º ano, da EEEM Castelo Branco

O QUE EU APRENDI COM O  PROERD
Neste ano aprendi muitas coisas no Proerd, que usarei para minha vida. Não devemos promover bullying e nem a violência pois nossas ações geram reações, positivas ou não.
Não podemos julgá-los, pois isso é errado e esse trabalho é de Deus, devemos nos colocar no lugar dos outros para saber se estamos agindo certo, é só ver se o que fizermos, gostaríamos que fizéssemos conosco para evitar brigas, rancor e ódio.
Outro assunto importante que vimos foi sobre a fumaça do cigarro, que a fumaça nos prejudica e também quem está perto, inclusive quem amamos.
Aprendemos com o soldado Michael que as drogas fazem mal a nossa saúde, e que nos mete em problemas, devemos dizer "não às drogas. E também aprendemos que a bebida alcóolica faz muito mal a saúde, e que as crianças não podem tomar. Para algumas pessoas a bebida, cigarro, drogas são vícios ou remédios, então para isso devemos dizer "não as drogas".
Gostei muito dos encontros do Proerd, neles além de aprender também perguntamos e tiramos dúvidas.
Essa convivência ficara guardada no meu coração. Obrigado por tudo soldado Michael.
Bianca de Souza Bueno, 5º B, EMEF Germano Dockhorn

O que eu aprendi com o Proerd
Em abril minha turma começou a fazer Proerd. Toda terça feira às 14 horas começava a aula do Proerd, sempre foi legal!
Nós aprendemos que não devemos usar drogas porque elas fazem mal para nosso corpo. Algumas drogas alteram o funcionamento da mente e do corpo, algumas até nos destroem por dentro!
Aprendi também sempre falar a verdade, senão podemos até perder nossos amigos, e também temos que ter respeito!
A coisa mais importante que eu aprendi foi dizer não às drogas!
Nós fizemos cartazes de campanha contra as drogas!
Também aprendi sobre as drogas lícitas que são drogas que a venda é permitida como: cigarros, remédios e bebidas; e, sobre as drogas ilícitas que a venda é proibida, como: crack, cocaína e a maconha.
Isso tudo eu aprendi com o Soldado Michael! 
Felipe Fernando Porath, 5º Ano, Turma 52, IEE Cardeal Pacelli

O que aprendi com o PROERD
O que é Proerd? É uma aula que ensina os adolescentes viver uma vida saudável, longe das drogas e da violência.
Na sociedade em que vivemos há muitas ofertas para praticarmos a violência, ser usuário de drogas, bebidas alcoólicas e também fumantes.
O Proerd nos alerta sobre as consequências que nos traz estas drogas, por isso nós devemos dizer não as drogas. Se todos dissessem não, nós teríamos um mundo melhor.
As crianças adolescentes, jovens e adultos, devem falar a verdade sempre, porque ás vezes as mentiras podem ser descobertas. 
Onde podemos comprar drogas que são licitas? Nos mercados, remédios, bebidas, cigarros, etc. O cigarro tem nicotina e muitas substâncias tóxicas também na fumaça, senso causador de um grande número de mortes no Brasil. As ilícitas tipo crack, cocaína e maconha são clandestinas, mas de fácil acesso.
As bebidas alcóolicas prejudicam as pessoas , principalmente menores de 18 anos, assim como também as drogas para o organismo.
Eu também aprendi que não devemos brigar, andar com estranhos, fumantes e viciados em drogas.
No Brasil há muitas mortes causadas pelo consumo de bebidas alcoólicas.
Foram muito legais todas as aulas, pois fizemos cartazes, assistimos vídeos e fizemos historinhas matemáticas.
 DIGA NÃO ÀS DROGAS! 
João Amilto Batista Silva, 5º Ano, Turma 51, IEE Cardeal Pacelli

O QUE EU APRENDI COM O PROERD
No mês de abril o Soldado Michael veio até a nossa escola Germano Dockhorn para dar aulas de Proerd.
Durante as aulas eu aprendi que temos que resistir as drogas, e quando alguém lhe oferecer, saberei usar as palavras, define, analise, atue, avalie e criar uma história para sair desta situação. Ter respeito, amor, carinho pelos outros e antes de julgar alguém se ponha no lugar dele. Eu não saiba que as drogas e as bebidas alcóolicas são proibidas para menores de dezoito anos e os efeitos colaterais são, lentidão, perda de coordenação, perda dos critérios de julgamento e perda de juízo.
Mesmo que você não fume, a fumaça faça com que você fume, pois na fumaça do cigarro há muitas substâncias que são prejudiciais à saúde.
O Proerd da Brigada Militar, possui um curso de prevenção as drogas e a violência, direcionados aos pais e responsáveis de crianças e jovens.
Obrigado Soldado Michael pela presença em nossa escola. O Proerd ensina falar sempre a verdade, resistindo às drogas e a violência.
José Augusto da Silva, 5º A, da EMEF Germano Dockhorn

O QUE EU APRENDI COM O PROERD
Quem nos ensinou no Proerd, foi o soldado Michael, ele deu as aulas do Proerd. O Proerd ensina as crianças a dizer não as drogas, as bebidas alcoólicas, os cigarros e muito mais.
O soldado Michael iniciou a primeira aula do Proerd falando sobre as responsabilidades que devemos ter em casa e na escola. E também falamos sobre as conversas em família. Na segunda aula foi falado sobre as informações que devemos ter sobre as bebidas alcoólicas, os efeitos e prejuízos que causam para a nossa saúde, como: deixa os reflexos do cérebro e corpo mais lentos, falta de memória e outras coisas mais. Menores de 18 anos não devem consumir bebidas alcoólicas. 
Aprendemos também sobre as drogas e efeitos que causam no organismo das pessoas, como prejudicam o cérebro, nariz, boca, pulmão, fígado e coração.
Na aula seguinte aprendemos sobre os riscos e consequências e que sempre devemos fazer escolhas seguras e responsáveis. E também aprendemos fazer o modelo de tomada de decisão. E aprendemos sobre a questão da pressão dos colegas quando estão fumando, envolvidos com bebidas alcoólicas ou drogas. Vimos como podemos nos livrar disso através de diversas maneiras como: se afastar da pessoa, dar uma razão ou desculpa ou dizer que não quero me envolver com isso.
Outro dia aprendemos sobre como lidar com situações de tensão. Escrevemos como nos sentimos quando estamos passando por um momento de tensão as vezes envergonhados ou até humilhados. E daí fizemos as tomadas de decisão sobre o assunto.
Tudo o que nós aprendemos no Proerd foi muito legal e importante para a nossa vida. Aprendemos como evitar e ficar longe das bebidas alcoólicas, drogas, cigarros e muitos outros perigos. Também aprendemos sobre a amizade e respeito que devemos ter com as pessoas e evitar o bullying.
Tenho certeza que os conhecimentos que tivemos com o Proerd vai ajudar muitas pessoas a dizer não as drogas, bebidas alcoólicas e cigarros. Eu gostei muito do Proerd e sempre vou lembrar do que aprendemos nas aulas e tudo isso vai me ajudar muito para ter um futuro melhor. Obrigado pela oportunidade de ter aulas de Proerd.  
Jaqueline Altíssimo, 5º ano C, da EMEF Germano Dockhorn

O QUE EU APRENDI COM O PROERD
Eu aprendi no Proerd dizer não para as drogas.
Se tiver uma situação, em que seu amigo quer que você beba uma bebida alcoólica, invente uma desculpa sem ter que brigar com ele.
Aprendi que cigarro não faz bem para a saúde. O cigarro causa morte e outras doenças. Aprendi nunca aceitar coisas de estranhos.
Gostei da música da paz. E o que mais me chamou atenção foi o Leão do Proerd. Eu adorei.
O nome do soldado é Michael. Ele é uma pessoa muito legal, gosto muito dos ensinamentos dele.
Como aprendi várias coisas, que só vão servir para o meu bem, também posso ensinar as coisas que aprendi para outras pessoas, e assim, todos nós saímos ganhando com isso. Por exemplo, se eu conseguir mostrar para um fumante, que o cigarro faz mal, posso ajudar ele e quem vive com ele a ter mais saúde.
Se cada um de nós fazer a nossa parte vamos contribuir para um mundo melhor.
Lucas Ziegler Schiavi, 4ª  série, EEEF Senador Alberto Pasqualini

O que eu aprendi com o Proerd
A turma da 5ª série do Colégio Dom Hermeto começou a ter aula de Proerd com o soldado Michel. O que eu aprendi com o Proerd.
Aprendi a falar sempre a verdade, dizer não as drogas, tomar cuidado com as bebidas, ficar o mais distante possível do cheiro do cigarro, não tomar remédios sem precisar, não ficar próximo de amigos que usam drogas e bebidas alcóolicas. As drogas fazem muito mal para o corpo, ficar próximo de amigos confiáveis, respeitar os familiares, amigos e colegas.... Tomar cuidado para não ficar tenso e sob pressão.
Minha opinião:
Eu gostei de ter aulas de Proerd, o que eu mais gostei de saber que remédios sem necessidade pode causar a morte. O Proerd foi muito bom para saber que drogas, bebidas alcóolicas e até remédios levam a morte, então por isso as pessoas não podem deixar remédios tocos de cigarro e restos de bebida alcóolica ao alcance de crianças.
João Abel Mella, 5º ano,  Colégio Dom Hermeto

'Proerd é o único programa de prevenção ao uso de drogas e violência desenvolvido em Três de Maio, que precisa ser valorizado e encarado como um 
projeto social', diz a 1ª tenente da BM de Três de Maio, Juliana Boz 

AGRADECIMENTO
O instrutor do Proerd, soldado Michael Zdruikoski, agradece a todos os diretores, professores das escolas, a imprensa, comunidade em geral, militares, Departamento de Esporte e empresas apoiadoras, por toda ajuda e compreensão dentro deste semestre de atividades. Este ano também foram sorteados 2 bikes e 6 bolsas de cursos 100% gratuitas, parceiros entre Brigada Militar e Pertoni Bike, Bike Mania, Datawork e Multividros.





Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/08/2019   |
16/08/2019   |
16/08/2019   |
09/08/2019   |
02/08/2019   |
02/08/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS