Terça-feira, 12 de novembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1583
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Projeto de revitalização da Praça Henrique Becker Filho é apresentado em audiência pública

17/05/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Município espera iniciar obras em até 90 dias
Projeto de remodelação da praça foi apresentado à comunidade em audiência pública realizada na última quarta. Ele foi bastante elogiado pelos presentes na audiência

A administração municipal de Três de Maio espera iniciar as obras de revitalização da Praça Henrique Becker Filho, a Praça da Bandeira, em até 90 dias. O prefeito Altair Copatti diz que a expectativa é de entregar a praça remodelada até o final do ano.
Elaborado pela Secretaria Municipal do Planejamento, o projeto de revitalização foi apresentado à comunidade durante audiência pública realizada na noite de quarta, 15, no plenário da Câmara de Vereadores.
O projeto, no qual a equipe da pasta trabalhou por aproximadamente 45 dias, foi bem aceito pelos participantes presentes à audiência e foi bastante elogiado, sem registrar nenhuma grande objeção.

Playgrounds terão piso emborrachado, para proporcionar segurança às crianças

Parte do futuro aspecto da praça, a partir da Rua Padre Cacique

Local será totalmente remodelado
Será feita uma série de alterações na praça (incluindo execução de todo o passeio que a circunda, para oferecer maior segurança), como no sistema de iluminação e no piso (também, dentro disso, haverá um sistema de drenagem da água em pontos do solo em que ela fica empossada).
Também haverá substituição das telas de proteção e do mobiliário, bem como a implementação de espaços de convivência (por exemplo, para responsáveis pelas crianças confraternizarem enquanto elas se divertem nos brinquedos) e paisagismo (quanto aos espaços de convivência, eles também serão implementados no jardim do Palácio Municipal).
Muitos dos materiais que serão substituídos na praça, como telas de proteção e itens do mobiliário, serão reaproveitados na escola de campo Bem Viver Caúna, no Poliesportivo e em outros locais.
O projeto de revitalização também contempla a instalação de playgrounds (baby, infantil e inclusivo), com diferentes opções para as crianças. Os brinquedos inclusivos permitirão que crianças com dificuldades de locomoção tenham acesso a eles e, além de brincar, possam interagir com outras que não têm dificuldades de mobilidade.
Além disso, os playgrounds terão piso emborrachado, visando a proporcionar segurança. "É um piso específico e adequado para esse tipo de situação. Nós prezamos, no projeto, por qualidade, para dar à nossa população o que hoje existe de melhor", comentou a secretária municipal do Planejamento, Liriane Machado, na audiência pública.

Audiência pública foi realizada no plenário da Câmara de Vereadores, na última quarta-feira

Pista de skate será demolida
Construída em 2011, a pista de skate, que, conforme descreve Liriane, está "bastante deteriorada", será demolida no processo de revitalização da praça.
A Prefeitura consultou a população a respeito da medida por meio de uma enquete realizada em sua página no Facebook e lançada no dia 28 - já finalizada, a enquete reuniu em torno de 1,3 mil votos, sendo 95% deles favoráveis.
"A reforma da pista de skate seria quase uma reconstrução. Não tem como aproveitar nada do piso e a arquibancada está bem deteriorada. Então, os valores que seriam necessários para reformar a pista seriam bem elevados, por isso foi importante levantar essa questão na enquete. É isso que a comunidade quer? A gente pôde perceber que a intenção realmente é de que o espaço seja mais bem utilizado", disse Liriane.
Segundo o Executivo, o investimento em toda a remodelação da praça deverá ser de aproximadamente R$ 500 mil. Para a execução do projeto, a principal fonte de recursos será o Fundo Municipal de Urbanismo.
O fundo contempla valores oriundos de multas decorrentes da regularização de construções erguidas em desacordo com a legislação vigente - a lei municipal 2.967, de 2017, autorizou a regularização dessas construções, mediante determinados critérios.
A lei diz, em seu artigo 7º, que "os valores oriundos da aplicação de eventuais multas serão destinados ao Fundo Municipal de Urbanismo, que será regido pelo comitê técnico, podendo esses valores serem utilizados para a compra de áreas institucionais e/ou verdes, mobilidade urbana, infraestrutura urbana, praças e parques".
De acordo com o prefeito Copatti, hoje, pouco mais de dois terços do valor estimado para as obras estão garantidos no fundo municipal - os valores são atualizados semanalmente. A ideia é de que todo o montante possa ser viabilizado com recursos do fundo, mas, caso até lá esta intenção não seja possível, o restante, diz Copatti, será coberto com outros recursos.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

08/11/2019   |
08/11/2019   |
08/11/2019   |
01/11/2019   |
01/11/2019   |
25/10/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS