Sexta-feira, 19 de julho de 2019
Ano XXXI - Edição 1566
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Para você, quais os pontos fortes e os pontos fracos de Três de Maio?

04/05/2019 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
Vejo que nosso município possui como ponto forte, um povo muito acolhedor e empreendedor que também acolhe os municípios vizinhos gerando empregos e renda. Como ponto fraco, vejo o descaso com as avenidas que amanhecem sujas de lixo aos finais de semana, e as entradas da cidade, tomadas pelo mato nas calçadas e canteiros, passando uma péssima impressão aos que visitam nosso município.
Adriane Rambo, 43 anos, empresária

Pontos fortes: o engajamento e união das pessoas em prol de uma causa. A tranquilidade com que se pode viver e desfrutar da cidade. Pontos fracos: o descaso de alguns habitantes com o seu lixo durante a noitada no centro da cidade. Muitos bichinhos abandonados e sem lar pelas ruas. 
Ana Carolina Fritsch Zart, 28 anos, administradora

Como pontos fortes destaco a tranquilidade para realizar nossas atividades, sem se preocupar com a segurança. Como ponto fraco, a falta de consciência coletiva. Há necessidade de influenciar e proporcionar o bem-estar coletivo, ao invés da promoção do bem-estar pessoal.
Juca Tigre, aposentado

Pontos fortes: uma cidade acolhedora, fácil em se fazer uma boa amizade e mais fácil ainda de fazer uma junção regada de boas companhias, risadas e uma carne de fundamento.
O ponto fraco que eu vejo é relacionado ao esporte, onde o foco é direcionado para o futebol, deixando de lado os outros, e a falta de cultura de praticar "novos" esportes, muitos em alta hoje em dia.
Luciano B. dos Santos, 25 anos, cirurgião-dentista


Pontos fortes: agilidade de locomoção, segurança (pela baixa população)
Pontos fracos: motoristas, infraestrutura para empresas e eventos de maior porte e entretenimento.
Júnior Ceccon, 19 anos, secretário/gerente


Pontos fortes: pessoas acolhedoras, cidade tranquila e com baixo nível de violência. Pontos fracos: poucas opções de lazer, dificuldade de andar em algumas ruas, devido a desníveis e iluminação pública precária.
Marcos Rogerio Reimann, 43 anos, administrador de empresa

Três de Maio precisa de árvores, não temos sombra nas ruas e calçadas. Às vezes passo por algumas calçadas e fico apavorada, não temos árvores. 
Charline Backes, 30 anos, farmacêutica especialista em estética



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

05/07/2019   |
21/06/2019   |
07/06/2019   |
31/05/2019   |
24/05/2019   |
17/05/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS