Sexta-feira, 24 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

A autocrítica

26/04/2019 - Por Karine Reimann
Tweet Compartilhar
"Autocrítica é coisa difícil, porque significa 'pensar em si mesmo'. O sentido original da palavra 'crítica' é separação. Fazer uma escolha entre o que serve e o que não serve. Aquilo que tem lugar na nossa ação e na nossa vida e aquilo que não tem.
Autocrítica é uma necessidade de conhecer a si mesmo e a capacidade de depurar-se, de avaliar ações, convicções, pensamentos, atitudes. Até em relação às nossas virtudes há necessidade de se fazer uma autocrítica. Peneirar aquilo que tem serventia e descartar o que devemos deixar de lado. Não é fácil.
O filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein, um dos maiores pensadores do século XX, dizia que "você não consegue pensar decentemente se não quiser ferir-se a si mesmo".
O que significa isso? Autocrítica produz ferimento nesse sentido simbólico. Machuca ter que se pensar, ter que se olhar, ter de se perceber incompleto, longe daquilo que se chamaria de perfeito.
Nesta hora, a autocrítica faz muito bem. Não pode ser o tempo todo, nós não somos os melhores críticos de nós mesmo, porém, ela precisa ser exercida e traz algum ferimento, mas tem de suportar, e é bom." 
Excerto do livro: Pensar bem faz bem, vol. 1. Autor: Mario Sergio Cortella

#mente #saúdeemocional #corpomentealma #reflexão #ego #emoções #atitudes #relaçõeshumanas #escoladavida #humildade #hábitos #superação #zonadeconforto #escolhaseconsequências #qualidadedevida



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

04/05/2019   |
05/04/2019   |
01/03/2019   |
01/02/2019   |
07/12/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS