Segunda-feira, 24 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1563
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Álvaro Dias Neto

29/03/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Nome: Álvaro Dias Neto
Idade: 52 anos
Filho de: Francisco de Borja Macedo Dias e Ruth Campos Dias
Estado Civil: namorando
Mora em: Três de Maio
Escolaridade: superior em engenharia pela PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul)
Profissão: engenheiro mecânico
Por que optou por esta profissão: sempre gostei de matemática e física na escola e, desde aquela época, a engenharia se tornou minha paixão, embora não soubesse ainda qual área dela iria escolher. Cheguei a pensar em engenharia civil, comecei a estudar engenharia eletrônica, mas só na faculdade descobri a engenharia mecânica e, desde então, tive certeza de que era nessa área que queria trabalhar.
Onde trabalha atualmente: trabalho com projetos e consultoria na área de climatização e ventilação. 
Hábito de que não abre mão: um hábito que herdei do meu pai, de acordar cedo e ler o jornal pela manhã, de preferência, com o chimarrão ao lado. 
O negócio do futuro é: a base do sucesso nos negócios certamente estará nas mãos daqueles que conseguirem unir as tecnologias digitais com produtos sustentáveis.
Time de futebol: Grêmio
Seus aplausos vão para: os professores que, mesmo com o pouco reconhecimento e baixos salários, dedicam sua vida à educação e formação de melhores cidadãos. Agradeço a cada um dos meus professores que fizeram parte do meu desenvolvimento pessoal e profissional.
Nota zero para: aqueles adeptos do "jeitinho brasileiro", que se acham os "espertos" e gostam de tirar vantagem em cima de alguém. A falta de senso de coletividade é um dos maiores males do nosso país. É preciso ter consciência que não há mérito algum nas vantagens individuais conquistadas com prejuízo dos outros.
Sua opinião sobre as redes sociais:  é uma ferramenta importante para aproximar pessoas e facilitar o acesso a informação, mas quando mal utilizadas causam preocupação. O problema não está nas redes sociais em si, mas nas pessoas que vão fazer uso dela. 
O que você sugere de mudança que possa melhorar sua cidade? Três de Maio é uma ótima cidade para se viver, mas ficaria melhor com mais opções de lazer e cultura.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

21/06/2019   |
14/06/2019   |
07/06/2019   |
31/05/2019   |
24/05/2019   |
17/05/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS