Segunda-feira, 24 de junho de 2019
Ano XXXI - Edição 1563
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Descarte irregular de entulhos continua pelas ruas da cidade

22/03/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Secretaria Municipal de Obras não faz mais o recolhimento dos materiais, cuja responsabilidade é do gerador
Mesmo após a divulgação, por parte dos meios de comunicação e da própria administração municipal, de que a partir deste ano o Município não iria mais recolher entulhos pelas ruas da cidade, o cenário de descarte irregular permanece em diferentes pontos de Três de Maio.
A pauta sobre a continuidade do descarte irregular foi sugerida por leitores do Jornal Semanal, que, demonstrando indignação, trouxeram até o jornal imagens do cenário verificado nas ruas em que residem.
Leitores podem sugerir pautas pelos telefones (55) 3535-1033 e (55) 99926-9197, que também é o número do WhatsApp do jornal. Outra opção é o e-mail jsemanal@jsemanal.com.br.
A decisão pelo não recolhimento por parte da administração municipal vem ao encontro da legislação, que estabelece que a responsabilidade nesses casos é do gerador e não atribui ao Município a obrigatoriedade do recolhimento.
Anteriormente, até o final do ano passado, mesmo não sendo uma atribuição sua, o Município fazia a coleta, para evitar que a cidade ficasse suja. A ação era feita por meio da Secretaria de Obras, seguindo um roteiro.
Exemplos de entulhos descartados nas ruas do município pelos moradores são galhos, bens inservíveis (por exemplo, sofás, roupeiros, armários, ventiladores, geladeiras e máquinas de lavar roupas) e resíduos de construção civil.

Secretário municipal de Obras diz haver 'casos crônicos' de algumas regiões da cidade

Prática pode gerar notificação e, ainda, multa

Locais e horários para o descarte correto
Com a interrupção do serviço pela administração municipal, os pequenos geradores têm dois locais à sua disposição para levar os materiais: a área do antigo Cigres (Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos) e o ecoponto da Prefeitura.
Mas isso depende do tipo de material gerado. Materiais como restos de construção e galhos devem ser levados até a área do antigo Cigres, onde um espaço foi licenciado para isso, enquanto bens inservíveis devem ser levados até o ecoponto.
Para o recebimento dos materiais, a área do antigo consórcio funciona nas quartas-feiras e sábados, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min. Já o ecoponto atende de segunda a sexta, nos mesmos horários.
No caso da geração de um grande volume de resíduos, os cidadãos devem contratar empresas especializadas no recolhimento e na viabilização da destinação final correta - a exemplo de serviços de papa-entulhos.

'Casos crônicos'
Para quem continua fazendo o descarte irregular de resíduos e de bens inservíveis, e é notificado e não toma providências, estão previstas multas na Política Municipal de Gestão Integrada dos Resíduos da Construção Civil, Vegetais e Volumosos (a lei municipal 3.060/2018).
A lei prevê, por outro lado, que pessoas de baixa renda, com necessidade social devidamente comprovada, devem protocolar a solicitação do serviço de coleta, transporte e destinação final dos resíduos.
Dizendo haver um número bem menor de casos em que o Município depara, nas ruas, com materiais descartados de forma irregular, o secretário municipal de Obras, Cláudio Siqueira, avalia que, em linhas gerais, houve uma mudança no pensamento da população do final do ano passado para cá.
Mas ele menciona que há "casos crônicos", principalmente "em bairros mais retirados", e que "isso é uma questão que, com o tempo, vamos ter que pensar numa coisa diferente".

Situações em que o Município tem feito recolhimento
O secretário ainda esclarece que há casos em que o Município tem feito um recolhimento, mas que estas são situações pontuais e, principalmente, são decorrentes de ações desenvolvidas por iniciativa da própria administração municipal.
Exemplos são os mutirões de combate ao mosquito Aedes aegypti, quando a Secretaria da Saúde, que coordena as atividades, faz a indicação dos pontos em que lixo e entulhos devem ser recolhidos, visando a evitar o surgimento de criadouros do inseto.
Outros exemplos são resíduos decorrentes da varrição das ruas e calçadas pela Prefeitura (o que gera sacos de folhas e é algo que o serviço de coleta do lixo não recolhe) e o trabalho realizado dentro do projeto Nosso Bairro Melhor, atualmente no Bairro Jardim das Acácias. Mais informações podem ser obtidas na Secretaria de Obras, pelo telefone (55) 3535-1473.


Registros feitos por um morador mostram o acúmulo de entulhos na Rua Horizontina, próximo à Av. Santa Rosa. 
Em dias de chuva, a água acaba levando o lixo para o meio da rua, comprometendo o trânsito



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/06/2019   |
07/06/2019   |
07/06/2019   |
07/06/2019   |
31/05/2019   |
31/05/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS