Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
Ano XXX - Edição 1545
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Casal três-maiense comemora Bodas de Vinho

18/01/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Leonora Maria e Dovílio Turra celebram 70 anos de uma linda história de amor  e cumplicidade
Celebrar Bodas de Vinho, 70 anos de casamento, é uma bênção, um acontecimento muito raro e especial para o casal e para toda a família.
Leonora Maria, nascida em 23 de agosto de 1928, quarta dos 11 filhos de Esther Andreazza e Luciano Tibola, casada com Dovílio Turra, nascido em 1º de dezembro de 1925, neto de imigrantes italianos Lodovico Turra e Fiorinda Zancanaro, primeiro dos 12 filhos de Angelina Costella e Giácomo Turra. 
Casaram-se em 23 de abril de 1949. A família, que tradicionalmente se reúne nos finais de ano, escolheu o dia 5 de janeiro de 2019 para festejar, antecipadamente, esta data muito especial. Os familiares e convidados foram recepcionados para confraternização na sede da AABB em Três de Maio. A celebração religiosa foi presidida pelo conterrâneo e amigo da família, bispo Dom Élio Rama.
Da união de Leonora e Dovílio nasceram oito filhos: Teresinha, Nelsis José, Assis João, Lúcia Inês, Maria, Metilde Lurdes, Roberto Paulo e Joaquim Alberto. Dos filhos e filhas, noras e genros, nasceram 15 netos e destes, 10 bisnetos, residentes pelo Brasil e pelo mundo.
A nona Leonora, bisneta dos imigrantes Inocente Pietro Andreazza e Esther Viecelli, sempre se dedicou aos afazeres domésticos, trabalhos na lavoura e na ajuda ao marido para criar, sustentar e educar honestamente os filhos, sempre com muita dificuldade, fé e coragem.
A mesma coragem e fé que os mantêm unidos, nesta longa e abençoada trajetória, sempre cultivando com otimismo - religiosidade, persistência e determinação -, boas relações com familiares, amigos e membros da comunidade.
O nono Dovílio, agricultor e carpinteiro, nasceu em Guaporé e com dois anos passou a residir em Rocinha. Após o casamento o casal residiu em São Caetano até 1959 quando retornou para Rocinha. A partir de 2015 o casal passou a residir na cidade de Três de Maio.
O casal é grato a Deus por este grande dom da vida, por este longo tempo de união. Fica a torcida da família para continuar celebrando mais anos de vida, com saúde e alegrias, sempre na companhia de familiares e amigos.

Familiares estiveram reunidos para comemorar as Bodas de Vinho




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

08/02/2019   |
01/02/2019   |
01/02/2019   |
01/02/2019   |
25/01/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS