Terça-feira, 11 de dezembro de 2018
Ano XXX - Edição 1536
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

30/11/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À  GUISA DE COMENTÁRI0 - INVEJA  - Está dentro do ser humano. Faz parte da essência humana. Infelizmente. E em muitos casos ela transborda e vem à tona. Há pessoas que, quando notam que você faz coisas que elas não fazem, te olham atravessado e transpiram um sentimento hostil. Mas a inveja mais horrenda é aquela em família, quando irmão olha atravessado para o irmão, ou a irmã descarrega seu despeito sobre a irmã que é mais bonita, ou mais exitosa. A inveja é um sentimento macabro, que enfeia muitas pessoas e as torna intragáveis. Inveja não traz felicidade e nem engrandece quem a carrega consigo. Infelizmente, não existem pílulas ou medicamentos que possam curá-la. As pessoas atacadas pela macabra inveja precisam tomar chá de amor, misturado à erva da humildade.  

QUEM TUDO QUER, TUDO PERDE. Velho ditado verdadeiro, que vale até para o  futebol. Quem quer todos os títulos, acaba não ganhando nenhum. 

QUE ESCARCÉU - Haveria, se por esses dias, em Três de Maio, houvesse meia dúzia de médicos cubanos. Bolsonaro seria massacrado, embora nada tenha a ver com a vinda dos cubanos do Programa Mais Médicos. Mas apenas dois ou duas aqui atuavam, que vieram no atual período administrativo. No período anterior, não foram trazidos cubanos, porque sempre foram valorizados os pratas da casa. Parece que ninguém vai sentir a falta dos dois ou das duas médicas cubanas, que o povo tinha dificuldades de entender, por causa do linguajar exótico. 

OS POLÍTICOS SÃO SORRATEIROS: DIZEM UMA COISA E FAZEM BEM OUTRA. 

MUITA PALESTRA: Nos tempos recentes anunciam-se palestras de todo gênero aqui na terrinha. Palestra, como já diziam lá atrás, não enche barriga. É necessário mais treinamento, para que as pessoas aprendam a fazer e possam produzir mais e conseguir seu espaço. 

TEMER ESTRADULOU - Ao aprovar projeto votado no Senado na calada da noite, aumentando os já polpudos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal em 16,38%, Temer deu provas que não defende o Brasil.  

ESTA VEM DE CRISTALINA - Temos leitores lá na longínqua Cristalina, no Estado de Goiás. É que lá moram muitos gaúchos, entre eles, muitos tresmaienses. E o nosso ex-aluno do Cardeal Pacelli, em décadas recuadas, Valdir Damm, reside naquela próspera região próxima de Brasília. Ele confirmou que os agricultores de lá adotaram a diversificação de culturas. Além de milho e soja, plantam mandioca,  cebola, alho, feijão, tomate, moranguinho,  bergamota, limão, laranja, muito butiá, pequi, goiaba, abacaxi. É o êxito da diversificação. Este colunista conheceu Cristalina na década de 80, quando ainda era quase nada. Hoje, teria mais de 60 mil habitantes e cresce a olhos vistos, segundo Damm, com a presença do braço gaúcho. 

COMO SAIR DESSA? - O Estado do Rio Grande do Sul deve somente com precatórios R$ 15 bilhões. Seriam quase 10 anos do orçamento anual de Três de Maio. Então é pouco? Estou fazendo as contas cá com meus botões de como o nosso futuro governador, jovem e bem intencionado, vai pagar as contas. Ele prometeu que vai pagar, depois de um ano, os servidores públicos pontualmente. Pelo jeito, existem milagres à vista. 

QUEDA DE ENERGIA - Ultimamente, está havendo muita queda de energia, com duração de várias horas. Isso era normal em décadas passadas. Hoje, não parece tão normal assim. Sucede que a queda de energia demorada causa muitos transtornos e até prejuízos. Até o presente momento, não apareceram explicações plausíveis. E os usuários teriam direito para saber o que está acontecendo. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

23/11/2018   |
16/11/2018   |
01/11/2018   |
26/10/2018   |
19/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS