Sábado, 17 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Patrick Müller Depner

01/11/2018 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar

Idade: 19
Filho de: Elizângela Andréia Müller Depner e Cleiton Roberto Depner
Namorando com: Thaís Araripe
Onde reside atualmente: Santa Maria
Há quanto tempo saiu de Três de Maio: em 2014 (há 4 anos)
Escolaridade: ensino médio completo, formado no Colégio Riachuelo em Santa Maria. Atualmente, graduando de Relações Internacionais na UFSM
Porque optou por este curso: após realizar um intercâmbio para a Alemanha, no meio do terceiro ano do Ensino Médio, imaginei a possibilidade de estudar as relações entre os diferentes Estados do Sistema Internacional, suas histórias, culturas, influências; além de ser um curso muito amplo, uma vez que possui conhecimentos nas áreas de Economia, Sociologia, Ciências Políticas e Direito. Sinto-me contemplado com o curso e sua abrangência, embora me surpreenda cada dia mais com conhecimentos que não esperava antes de entrar para a Universidade
De que você sente saudades de sua cidade natal: em Três de Maio me sinto acolhido pela alma de cidade interiorana, sua tranquilidade, organização e limpeza, sem falar, é claro, da família e amigos
O que mais gosta de sua cidade atual: lazer e diversidade. Santa Maria contribuiu demais para o meu crescimento pessoal devido à diversidade de pessoas, oportunidades e entretenimento. Uma vez que você sai de seu mundo e zona de conforto e passa a enxergar novas mentalidades, ideias e pessoas, você passa a entender o diferente. Além disso, Santa Maria conta com o ótimo Câmpus da Universidade para o lazer e os estudos, além de diferentes eventos culturais
Hábito de que não abre mão: jogar futsal com os amigos, sair no fim de semana e discutir política com os amigos e colegas
O negócio do futuro é: no ramo do internacionalista! Com um mundo cada vez mais globalizado, interativo entre os Estados e com análises de conjunturas internacionais cada vez mais necessárias, tanto no âmbito público quanto privado, o formado em Relações Internacionais se faz cada vez mais necessário afim de decidir ações que influenciem tanto o micro quanto o macro na vida social, política e econômica
Seus aplausos vão: para os meus pais, que sempre me incentivaram a buscar os meus objetivos e me deram liberdade para buscar minha autoafirmação
Nota zero para: o desrespeito, o preconceito e o discurso de ódio, ainda - infelizmente - tão presente no nosso cotidiano

(FOTO: ARQUIVO PESSOAL)



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/11/2018   |
26/10/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS