Sábado, 17 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Com 55,13% dos votos válidos, Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil

01/11/2018 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Com grande desempenho já no 1º turno, Jair Bolsonaro aumenta votação em 12% em Três de Maio e termina 2º turno com a preferência de 68% dos eleitores

Já na disputa pelo Palácio Piratini, no último domingo, diferença entre Eduardo Leite e José Ivo Sartori no município foi de apenas 14 votos

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) aumentou sua votação em Três de Maio, do primeiro para o segundo turno, em 12,46%, passando de 8.558 votos válidos (58,51% do total no município) para 9.625 (68,14%) no último domingo, 28.
Já o candidato derrotado, Fernando Haddad (PT), aumentou sua votação em Três de Maio em 34,16%, passando de 3.354 votos no primeiro turno (22,93% do total de válidos) para 4.500 (31,86%).
Diante de uma votação massiva de Bolsonaro no município já no primeiro turno, o aumento proporcional maior de Haddad em relação ao adversário pode ser explicado pela restrição no número de opções disponíveis para os eleitores no segundo turno, já que no primeiro havia 13 candidatos concorrendo à Presidência e os "novos votos" obtidos agora pelos dois candidatos haviam ido para outros concorrentes.
No segundo turno, em Três de Maio, Bolsonaro somou 1.067 votos a mais em relação ao seu desempenho no primeiro, e Haddad, 1.146. Já a diferença entre os dois neste segundo turno no município foi de 5.125 votos a favor de Bolsonaro.

Diferença de 14 votos entre os candidatos ao governo do RS
O mesmo cenário envolvendo o candidato eleito e o derrotado se viu, neste segundo turno, na disputa pelo Palácio Piratini em Três de Maio. O governador eleito, Eduardo Leite (PSDB), também havia feito uma votação maior que a de seu adversário no município no primeiro turno e, no último domingo, igualmente teve um crescimento proporcional menor que o de seu concorrente, o atual governador José Ivo Sartori (MDB).
Embora em Três de Maio o governador eleito tenha vencido por apenas 14 votos de diferença, Leite aumentou sua votação em 18,98%, passando de 5.699 votos para 6.781, enquanto Sartori registrou uma elevação de 45,49%, saindo de 4.651 votos para 6.767.

Votações no país e no Estado
Jair Bolsonaro foi eleito presidente do Brasil somando 57.797.456 votos (55,13% do total de votos válidos) em todo o país, enquanto Haddad obteve 47.040.819 (44,87%), uma diferença de 10.756.637 votos do primeiro para o segundo colocado.
Em relação ao primeiro turno, o atual deputado federal melhorou sua votação em 17,29%, somando 8.522.098 votos a mais. Já Haddad melhorou sua votação em 50,08%, vindo a obter 15.698.980 novos votos.
No RS, Bolsonaro obteve 63,24% dos votos válidos, tendo a preferência de 3.839.737 pessoas, e Haddad atingiu um percentual de 36,76%, somando 2.263.171 votos.
Por outro lado, o ex-prefeito de Pelotas se elegeu melhorando seu desempenho em nível estadual em 45,93%, passando de 2.143.603 votos no primeiro turno para 3.128.317 no segundo, uma diferença de 984.714.
Sartori, por sua vez, melhorou sua votação em 45,67%, saindo de 1.857.335 votos no primeiro turno para 2.705.601. No último domingo, em nível estadual, Leite venceu o atual governador por 422.716 votos de diferença - eles conquistaram, respectivamente, 53,62% e 46,38% dos votos válidos.

15.225, ou seja, 89,93% dos três-maienses comparecem às urnas no segundo turno das eleições. Destes, 68,14% votaram em Jair Bolsonaro, 31,86% em Fernando Haddad, 2,51% em branco e 4,72% anularam o voto
(FOTO: SANDRO RAMBO)

FOTO PRINCIPAL:FÁBIO RODRIGUES POZZEBOM/AGÊNCIA BRASIL

Confira a matéria completa no jornal impresso




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/11/2018   |
09/11/2018   |
09/11/2018   |
01/11/2018   |
01/11/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS