Sábado, 17 de novembro de 2018
Ano XXX - Edição 1533
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Notas

11/10/2018 - Por Sandro Rambo
Tweet Compartilhar
Eleições 2018...
- Jair Bolsonaro (PSL) venceu em 16 estados e no Distrito Federal. Fernando Haddad (PT) venceu em 9 estados, todos na região Norte e Nordeste do país. 
- No RS, Jair Bolsonaro (PSL) venceu em 420 dos 497 dos municípios gaúchos, ou seja 84,5%. Fernando Haddad (PT)  foi o mais votado em 15,5%. 
- Eduardo Leite é o candidato ao governo mais votado em 260 cidades do RS; Sartori, em 189. Miguel Rossetto (PT) foi o primeiro colocado em 46 cidades. Em outras duas, Jairo Jorge (PDT) teve a preferência.
- O candidato Marcel van Hattem, 32 anos, do partido Novo, foi o mais votado no RS para deputado federal, com 349,8 mil votos.
- Para a Câmara dos Deputados, o Rio Grande do Sul elegeu três mulheres: Fernanda Melchionna (PSOL) com 114 mil votos; Maria do Rosário (PT) com 97 mil votos  e Liziane Bayer (PSB) com 53 mil votos.
- Mulheres na Assembleia Estadual. As três mais votadas: Any Ortiz (PPS), 95 mil votos, em seu segundo mandato; Silvana Covatti (PP), 75 mil votos, em seu quarto mandato; e a terceira mais votada, Luciana Genro (PSOL), com quase 74 mil votos. Completam a lista, eleitas deputadas Kelly Moraes (PTB), Juliana Brizola (PDT), Franciane Bayer (PSB), Sofia Cavedon (PT), Zilá Breitenbach (PSDB) e Fran Somensi (PRB).
- Nenhuma mulher foi eleita governadora no 1º turno das eleições de 2018. Apenas uma candidata foi para o 2º turno e tem chance de ser eleita: Fátima Bezerra, do PT, no Rio Grande do Norte. No total, 30 mulheres se candidataram ao governo dos estados nas eleições. Entre as 27 unidades da federação, 8 não tiveram nenhuma candidata.
- Só 5% dos deputados foram eleitos apenas com votos próprios; o restante foi "puxado" por outros candidatos. Dos 513 deputados federais, 27 atingiram o quociente.
- Janaína Paschoal (PSL) é a deputada mais votada da história do país. Ela foi eleita com mais de 2 milhões de votos em São Paulo. 
 - Por São Paulo, Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do candidato a presidente Jair Bolsonaro, superou a marca de 1,8 milhão de votos e se tornou o deputado federal mais votado na história do país. Ele bateu a marca de Enéas Carneiro, que obteve 1.573.642 votos em 2002.
- Ratinho Junior, 37 anos, do PSD, filho do apresentador Carlos Massa, o Ratinho, 62 anos, foi eleito governador do Paraná com 60% dos votos contra 15% de Cida Borghetti, do PP. No PR, foram 10 candidatos ao governo.
- O jogador Bebeto -da seleção do Tetra, do Podemos, fez 25.917 e foi eleito pelo RJ deputado estadual. Já Romário não se elegeu a governador. 
- No RS, o ex-judoca João Derly e Darcísio Perondi não se reelegeram.
- Em SP, o Tiririca (PR) fez 453.855 votos e vai para o terceiro mandato. Luiza Erundina, do PSOL, com 176.883, e Rui Falcão, do PT, com 158.389 votos, foram eleitos.  
- Alguns nomes conhecidos que não se elegeram: Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM); Fernando Collor (PTC-AL); Roseana Sarney (MDB-MA); Sarney Filho (MDB-MA); Edison Lobão (MDB-MA); Eunício Oliveira (MDB-CE); Romero Jucá (MDB-RR); Beto Richa (PSDB-PR); Roberto Requião (MDB-PR); Marco A. Cabral (MDB-RJ), filho do ex-governador do RJ, Sérgio Cabral; Daniele Cunha (MDB-RJ), filha de Eduardo Cunha; Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha de Roberto Jefferson; Dilma Rousseff (PT-MG); Lindbergh Farias(PT-RJ); Eduardo Suplicy (PT-SP); Jorge Viana (PT-AC); Delcidio do Amaral (PTC-MS); Fernando Pimentel (PT-MG).



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/11/2018   |
01/11/2018   |
26/10/2018   |
19/10/2018   |
05/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS