Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1530
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

27/07/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - AO LONGO DA VIDA - Temos anos e anos de vida para semear, para plantar. Azar de quem planta e semeia mal. Há de colher aquilo que plantou. Tudo começa lá em casa, onde não importa se a família possui bens. O maior bem da família é a semente que pai e mãe distribuem para os seus. Quando o menino ou a menina recebem semente de tiririca ou de guanxuma para semear, vão colher tiririca e guanxuma. Quem mal planta, mal colhe. Depois, mais tarde, chorar uma má safra, nada resolve. A escola também deve distribuir boas sementes. Os professores, que guardaram a boa semente durante os anos da vida pregressa, precisam repassá-las aos educandos. Faltam nestes tempos cabeludos que estamos atravessando, bons plantadores de boas sementes.  

"A MELHOR RESPOSTA PARA A IGNORÂNCIA É O SILÊNCIO". De autoria do colunista David Coimbra. 

OS NOSSOS POLÍTICOS SÃO DE FÉ? - Eles se gabam, fazem promessas vãs, batem com força no peito e juram que vão salvar a Pátria. Aí os eleitores ingênuos acreditam e votam neles. E tudo continua como dantes no quartel de Abrantes, como lá escrevia um autor português. 

TODOS JUNTOS: Foi o que aconteceu, no último final de semana, na casa do colunista, por ocasião do batismo do 5º neto, nascido, no dia 1º de janeiro do ano em curso, em Blumenau. A água batismal foi derramada na testa do garotinho Miguel Ângelo, no dia 21, sábado, na comunidade católica. O inusitado aconteceu: todos os quatro filhos, esparramados, em quatro cidades de três estados brasileiros, prestigiaram o acontecimento. A filha mais nova - ida e volta - fez 5.000 quilômetros, para marcar presença. É o espírito da família unida. Vale bem mais que muito dinheiro. 

BEM, O APARECIMENTO DE UM DOUTOR BUMBUM MOSTRA O AVANÇO DA FALTA DE RESPONSABILIDADE DOS NOSSOS PROFISSIONAIS E O AVANÇO DA FALTA DE DESCONFIÔMETRO DO NOSSO POVO. A SUJEIRA COM TODAS AS LETRAS MAIÚSCULAS TOMOU CONTA. GANHAR DINHEIRO É BOM, MAS QUE SEJA HONESTAMENTE. 

A CAMPANHA ELEITORAL SERÁ CURTA E DE POUCO DINHEIRO. Muitos eleitores não vão gostar, porque votam naqueles que abrem a mão. 

PROJETOS - No momento, não temos um grande projeto para Três de Maio. Aliás, nem em nível regional se ouve falar de um grande projeto. E isso vai refletir no futuro. 

EXCESSOS SALARIAIS - Eles existem. Ao compararmos certos salários ao nosso salário mínimo, vivemos uma situação, digamos ridícula. Se vamos comparar o mínimo com os ganhos de governantes e os representantes do povo, cargos públicos e as altas camadas do Judiciário, é de ficar apavorado. Muito pior são os ganhos dos técnicos e jogadores de futebol. O nosso treinador da Seleção Brasileira abocanha por ano R$ 15,5 milhões. Muitos jogadores abocanham muito mais. Teria que haver uma melhor valorização de quem trabalha e produz. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |
21/09/2018   |
14/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS