Terça-feira, 23 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1530
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Sicredi destina R$ 527 mil para entidades da região

13/07/2018 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
A Sicredi Noroeste RS fez na manhã do último sábado, 7, Dia Internacional do Cooperativismo, a entrega dos recursos do Fundo Social a 74 entidades situadas em sua área de ação. O valor total destinado foi de R$ 527.456,34.
Com 12 municípios em sua área de ação, a cooperativa mantém atualmente 18 agências.
Realizada na agência rural de Crissiumal/Memorial Sicredi Noroeste RS, a cerimônia de entrega dos recursos reuniu, além das entidades beneficiadas, também autoridades, lideranças, profissionais e a imprensa regional.
O valor de R$ 527.456,34 corresponde a 1,5% do resultado da cooperativa, sendo que a destinação do percentual foi aprovada pelos associados durante assembleia geral.
Com o Fundo Social, que está em seu segundo ano, o objetivo é apoiar ações de interesse coletivo dos 12 municípios de abrangência da cooperativa. Os recursos são destinados a projetos voltados à educação, cultura, esporte, sustentabilidade, segurança e saúde.
Para esta edição do Fundo, 128 projetos foram cadastrados pelas entidades. A escolha daqueles que receberiam os recursos se deu por meio de análise dos líderes de núcleos, que consideraram a relevância, a abrangência e a aderência dos projetos ao propósito de melhoria da qualidade de vida dos associados e da sociedade.
Em seu pronunciamento na cerimônia, o presidente da cooperativa, Glei Amaro Linhares, ressaltou a importância da atuação da Sicredi Noroeste nas suas comunidades. "Todos os recursos aplicados retornam para a comunidade regional", disse.
Também citando números do cooperativismo (hoje, no mundo, há 1,2 bilhão de cooperados, em 107 países), ele destacou que "não há outro movimento econômico, social e político no mundo que em menos de 200 anos tenha crescido tanto".
"Por sua própria natureza, as cooperativas desempenham um papel como atores econômicos e criam oportunidades de emprego, meios de subsistência e geração de renda. Como empresas, são centradas nas pessoas com objetivos sociais e contribuem para a igualdade e a justiça social. São controladas por seus associados, desempenhando papel de liderança na sociedade e nas comunidades locais", enfatizou Glei.



FOTO: MURIAN CESCA



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/10/2018   |
19/10/2018   |
19/10/2018   |
11/10/2018   |
11/10/2018   |
11/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS