Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018
Ano XXX - Edição 1537
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

16/03/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - RESPEITO - Respeito é bom e eu gosto. Quem, pergunta-se, não gosta de respeito? A mercadoria falta no mercado. Lamentavelmente, nem os estudantes respeitam o professor ou a professora  na sala de aula. Os filhos não respeitam os pais. E irmãos desrespeitam irmãos. É uma verdadeira calamidade. Estamos vivendo a crise do desrespeito. Nem os religiosos estão sendo respeitados. Os sites estão cheios de difamações caluniosas contra sacerdotes. Nas câmaras quantas declarações caluniosas.  Não são poucas as difamações contra pessoas íntegras e honestas. A honra manchada é dolorida, porque o crédito conquistado ao longo dos anos, vai para  o lixo,  ou vai para o espaço. Manchar a honra,  é como riscar uma pintura famosa, ou quebrar um vaso caro. Por isso,  todos querem ter a honra preservada. Por que não? Quem está com a honra manchada é visto atravessado. E até perde o crédito. E nada se faz para restabelecer o respeito e a honra. 

A POLÊMICA CONTINUA - Raramente os vereadores locais polemizam. Quase tudo é aprovado em silêncio e até por unanimidade. Mas este Projeto n° 003/2018 de origem executiva de expansão urbana está dando panos para mangas, porque mexe com interesses. Agora se sabe qual a principal razão da polêmica. Há uma previsão  da possibilidade de implantação de indústrias de alto impacto ambiental na extensão da área urbana. Até o prefeito entrou em cena, coisa que raramente acontece, para amenizar a ideia do impacto ambiental, que não seria nada que "assuste a comunidade". Há moradores da área atingida que não concordam com a forma de como a matéria foi apresentada. Agora o abacaxi está com os vereadores. Se for mal descascado, poderá dar azia futuramente. 

EXISTEM INTERESSES EM JOGO. FALA-SE EM PREJUÍZOS EM FUTUROS INVESTIMENTOS, SE A MATÉRIA NÃO FOR APROVADA. O que prevalece interesses financeiros ou os interesses voltados para o bem-estar da população? A palavra está com os vereadores. 

NO TRAJETO DA PERIMETRAL, CERCA DE 500 METROS DA AVENIDA SANTA ROSA,  HÁ UMA ÁREA DE APROXIMADAMENTE 9 HECTARES DE PROPRIEDADE DO MUNICÍPIO. TALVEZ, O INTERESSE DA EMPRESA QUE QUER IMPLANTAR UMA INDÚSTRIA SEJA A DOAÇÃO DAQUELA ÁREA, QUE PODERIA SER TRANSFORMADA NUMA ÁREA VERDE, QUE TRÊS DE MAIO NÃO TEM. É APENAS UMA HIPÓTESE.   

SAFRA CAIU  -  A safra 2017/2018 é a segunda maior da história. Em relação à safra do ano passado, deve registrar-se uma queda de 10%, o que significa perdas de alguns bilhões. Sobretudo, a metade Sul do Rio Grande do Sul, está sendo castigado pela dureza de São Pedro. 

CALÇADAS  - Reclama-se muito das calçadas. De fato, não há padronização e, com raras exceções,  os passeios de nossa cidade são muito mal cuidados. Então cabe o provérbio: se todos cuidarem da sua calçada, a cidade está limpa. A calçada é da competência do proprietário do terreno. Alguém do Legislativo quer mexer nisso?  

QUE O CÉU NÃO CAIA SOBRE NOSSA CABEÇA. NEM AGORA, NEM DEPOIS. 

ALTO CUSTO  -  É altíssimo o custo da Força Nacional no Estado, notadamente em Porto Alegre. Em apenas 16 meses, o valor gasto  com viaturas,  diárias e policiais já soma R$ 24 milhões, sem os vencimentos dos policiais. E os resultados ainda são tímidos, apesar de ter diminuído o número de roubos e crimes.  Imaginem o custo da Força Nacional no Rio de Janeiro. Não foi debalde que o ministro da Segurança Nacional alardeou que falta dinheiro para combater a criminalidade.

AEROPORTO REGIONAL EM SANTA ROSA - Continua a batalha pela conquista de um Aeroporto Regional em Santa Rosa. Quem cuida do assunto, desde 2016,  é o ex-prefeito de Três de Maio que recentemente tem mantido contatos em Porto Alegre, quando da visita do ministro da Segurança Nacional, Raul Jungmann. Casali acredita no êxito da empreitada. Tomara!



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

07/12/2018   |
30/11/2018   |
23/11/2018   |
16/11/2018   |
01/11/2018   |
26/10/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS