Terça-feira, 19 de junho de 2018
Ano XXX - Edição 1512
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

16/02/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - A DESIGUALDADE - A desigualdade dói. E como dói. É dolorido ver pessoas maltrapilhas caminhando sem rumo na vida. É doloroso ver famílias sem comida e sem casa para morar. Enquanto isso há aqueles outros que moram em megamansões avaliadas em  25, 30 ou 40 milhões. Existem aqueles outros pais de família que não têm um metro quadrado de terra para cultivar e outros há que tem 10, 15 e 20 mil hectares. Há os que se contentariam com um emprego, ganhando salário mínimo, mas isso não se lhes é concedido. É a triste realidade da desigualdade em que se debatem os seres humanos. Há aqueles que caminham de casa em casa em busca de um prato de comida ou em busca da gentileza de uma esmola, que muitas vezes não vem. É esta a dessemelhança, a desigualdade que nos rodeia em grande quantidade. Será que era este o retrato que o Criador esperava ver ao longo dos tempos, quando criou o ser humano e o pôs num universo de tantas oportunidades?  Talvez, o Criador não tenha deixado bem claro de que somos todos irmãos e somos todos iguais perante o Todo-Poderoso. Ou somos nós criaturas cegas e surdas e não vemos e não ouvimos a disparidade que nos rodeia?  

"Se depender do novo presidente do TSE (Luiz Fux), político ficha-suja nem mesmo conseguirá se candidatar". Colunista de jornal da Capital. 

CAI DE NOVO A TAXA BÁSICA - Caiu para 6,75% a taxa básica Selic. O Procon reduziu sucessivamente a taxa Selic de 14,25%, devendo estacionar neste patamar. 

O ASSUNTO PRECISA SER AGILIZADO - A referência é à Área Industrial II, composta de 45 lotes de 1.500 m2 cada. Tudo pronto para ser instalado. Passou um ano e as providências não estão sendo tomadas. O assunto precisa ser debatido, inclusive, com a participação de nossas lideranças legislativas. É uma herança da administração anterior, significando um altíssimo investimento. Não pode ser coisa do tipo "isso não me diz respeito".
 
MENOR TAXA DESDE O PLANO REAL - O mês de janeiro registrou a menor taxa inflacionária, desde 1994, quando foi implantado o Plano Real. Em janeiro, a taxa de inflação foi de 0,29%. Tudo indica que em 2018, novamente teremos inflação reduzida, se não houverem turbulências no período eleitoral. 

CASA PRÓPRIA - Quem não quer ter sua casa própria?  Sem dúvida, é muito difícil o trabalhador com os salários que estão sendo praticados, reunir condições para ter sua moradia, sua casa própria. Por isso, precisa lançar mão do programa Minha Casa, Minha Vida. O Ministério das Cidades pretende, em 2018, contratar 650 mil novas unidades. Não seria o momento de ficar atenta a administração municipal para conquistar algumas unidades para Três de Maio, onde há muitos munícipes que querem ter sua casa própria? Terrenos disponíveis existem no Loteamento Santa Maria. O jeito é correr atrás.

VENEZUELANOS FOGEM DA FOME  - Milhares de venezuelanos fogem do regime de fome do governo Maduro e atravessam as fronteiras do Brasil em busca de comida, de emprego e de sossego. E o governo brasileiro que se avenha.  E ainda há quem bata palmas ao regime do governo venezuelano. 

QUEREMOS GOVERNANTES COMPETENTES, RESPONSÁVEIS, HONESTOS, COM OS OLHOS VOLTADOS PARA O POVO. LONGE DE NÓS OS POPULISTAS E INTERESSEIROS. É este o Brasil que nós queremos no futuro. É a hora de pensar no Brasil e nos brasileiros. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

15/06/2018   |
08/06/2018   |
01/06/2018   |
25/05/2018   |
18/05/2018   |
11/05/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS