Sexta-feira, 20 de abril de 2018
Ano XXIX - Edição 1503
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

09/02/2018 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - GRATIDÃO - A gratidão  é um sentimento humano, mas que muitos não têm. Muitos gestos merecem a gratidão. Muitos favores vida afora não podem ser enterrados no chão do esquecimento. É o que os ingratos fazem. Aqueles que esquecem o apoio que receberam. Tenho e temos fartos motivos para ser gratos àquele sacerdote, que para cá veio da distante Itália, para plantar aqui em solo tresmaiense a semente da Educação. Ele, o sacerdote italiano abriu-me os caminhos para o magistério, em abril de 1962, por isso o inscrevi na minha biografia como meu segundo pai. Deus lhe deu longa vida - completou 100 anos, no dia 31 de janeiro - porque méritos tem, porque transformou o panorama educacional nesta terra de adoção. Muitos colaboradores de sua ingente obra educacional já partiram e ele, Orestes, continua plantando a sua semente, depois de um século de existência. É a recompensa de Deus para quem faz o bem. O reverendo sacerdote poderia ter aqui nome de rua e não tem. Poderia ter monumento e não tem. Poderia ter placa no estabelecimento onde plantou suas sementes e não tem.  Faltou gratidão. 

UM SÉCULO DE PADRE ORESTES - No dia 31 de janeiro, o padre Ghibaudo Orestes, residente em Brasília, desde 1.986, completou 100 anos. O sacerdote italiano ainda jovem, em 1.954, veio a Três de Maio, onde ficou até 1.986. Foi diretor do Ginásio Pio XII, até 1.963, quando o ginásio passou a ser Escola Estadual Cardeal Pacelli. Depois sucessivamente, Colégio Estadual Cardeal Pacelli e Instituto Estadual de Educação Cardeal Pacelli. Tempos houve em que aquele estabelecimento em três turnos acolhia cerca de 2.000 alunos. Com Ghibaudo Orestes a educação floresceu em Três de Maio
.
ANALISE: - "O PROBLEMA DAS PESSOAS DE ESQUERDA É QUE ELAS ACREDITAM QUE SÃO MORALMENTE SUPERIORES. QUEM NÃO CONCORDA COM ELAS, É CANALHA". A colocação é do colunista David Coimbra. De fato, temos fartos exemplos, inclusive, de políticos.

COTRIMAIO 50 ANOS - No dia 2 de fevereiro, a COTRIMAIO completou meio século de existência. Nasceu na década pródiga de 1960, quando surgiram tantos outros eventos importantes em Três de Maio. A Cotrimaio está se recuperando e bem, contrariamente ao que está acontecendo com a Cotrijuí, que está afundando em recuperação judicial e estão acontecendo inúmeras irregularidades, com uma dívida praticamente impagável de 1,8 bilhão. A Cotrijuí é uma potência que está afundando.  

MUNICÍPIOS GAÚCHOS FECHARAM NO VERMELHO - No ano passado, 25% dos municípios gaúchos foram mal, porque terminaram no vermelho. São mais de 120 comunas que arrecadaram menos do que gastaram. Não foi o que aconteceu em Três de Maio, onde se implantou, nos últimos anos, uma economia sólida. Houve falta de planejamento.

QUE BRASIL VOCÊ QUER?  - A imprensa televisiva está fazendo uma pesquisa nos 5.570 municípios brasileiros, podendo os cidadãos responder em 15 segundos a pergunta: QUE   BRASIL VOCÊ QUER PARA O FUTURO? Claro que as respostas vão ser as mais diversas, mas a maioria, com certeza, vai querer um Brasil com menos gatunos, com mais oportunidade de trabalho e menos matança de gente. Não se omita: o futuro se constrói no presente.

ONDE HÁ JUSTIÇA?  -  Sabe-se através de notícia que em São Paulo há um juiz que tem 60 moradias e mesmo assim o felizardo recebe auxílio-moradia de mais de R$ 4.300,00 mensais. Esta, meus leitores, a nossa Justiça. Estão tentando justificar mais este penduricalho. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

13/04/2018   |
06/04/2018   |
29/03/2018   |
23/03/2018   |
16/03/2018   |
09/03/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS