Sábado, 20 de outubro de 2018
Ano XXX - Edição 1530
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Jovens evangélicos se reúnem e formam banda gospel

26/01/2018 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Banda Som de Adoradores realiza apresentações em igrejas de toda a região

Jovens integrantes de diferentes denominações evangélicas, alguns já conhecidos na cidade e região pelo talento artístico e o dom musical, se reuniram e formaram a Banda Som de Adoradores. O lançamento ocorreu durante culto, em 10 de dezembro, na Igreja Batista em Três de Maio. 
Um dos idealizadores da banda é Misael Machado, 37 anos, personal trainer, integrante da Igreja Batista. Ele ressalta que é uma banda interdenominacional, já que tem jovens de outras igrejas evangélicas, assim como está aberta para convites para tocar em eventos de igrejas em toda a região.
No vocal e guitarra, ele destaca que esse era um sonho antigo, em levar a Palavra de Deus através das músicas e louvores. "Todos os que compõem o grupo são de Três de Maio e, independente da denominação religiosa a qual pertencem, servimos a um único Deus. Então, o grupo é uma benção e estamos muito felizes", comemora.
Desde o lançamento, entre um ensaio e outro, a banda já tem  apresentações confirmadas, a maioria é em igrejas evangélicas da região. Os contatos podem ser feitos pelo fone (55) 98122-5659, com Misael. 
Conforme ele, o artista gospel que serve de referência para a Banda Som de Adoradores é Fernandinho, um dos mais conhecidos da atualidade. Fernandinho é cantor, compositor, produtor e pastor evangélico. Seus shows são sempre um sucesso de público, tanto no país como no exterior. Sua carreira começou em 2001, com o lançamento do primeiro CD oficial da sua carreira solo. Atualmente, o artista é considerado um dos cantores evangélicos de maior sucesso nacional. 

Na atualidade, o segmento gospel é um dos poucos que mantêm um nível de qualidade, avalia empresário do ramo musical
Conforme o empresário do ramo musical Elisandro Weise, embora a entrada das novas tecnologias (e a pirataria) - que faz a procura de CDs e DVDs cair cada vez mais - a venda dessas formas de mídia do gênero gospel é um dos poucos estilos de música que ainda permanecem em evidência. "Isso porque, a pirataria - por uma questão de consciência - é quase inexistente nesse gênero. E ainda, a venda desses artistas, se dá de forma direta quase sempre nos próprios shows, ainda mais quando são regionais", informa.
Para Elisandro, na atualidade, o segmento gospel é um dos poucos (assim como a música nativista gaúcha) que mantêm um nível de qualidade muito bom. "Até recomendo: quer escutar música atual, de boa qualidade, escute gospel. São ótimos cantores, músicas com ótimos arranjos, instrumentais muito bem pensados, enfim, ótima música", afirma o empresário.

Música gospel conquista espaço no cenário musical brasileiro
Música gospel (do inglês gospel; em português, 'evangelho') ou música evangélica é um gênero musical composto e produzido para expressar a crença, individual ou comunitária, cristã, tendo como tema o louvor, a adoração ou graças a Deus, Cristo ou o Espírito Santo.
Em inglês, 'gospel', derivada do inglês antigo 'God-spell' que significa good tidings, ou good news, em português, "boas novas", aludindo ao Evangelho bíblico que nos narra as "boas novas ao mundo" - ou seja, a vinda de Cristo ao Mundo -, pelos livros dos Evangelhos Canônicos de Mateus, Marcos, Lucas e João.
Ainda que o termo, 'música gospel', possa abranger um campo da música muito vasto, seus estilos, embora com nomes variados, possuem todos uma mesma essência e raiz - a música cristã negra nos Estados Unidos da América. Talvez um dos velhos estilos da música negra que realmente se aproximou do gospel, foi o Negro Spirituals (em português, as canções harmoniosas dos "Espirituais dos Negros").
No Brasil, o gênero musical chegou através de missionários batistas e presbiterianos americanos. Algumas igrejas aqui adotaram o estilo tradicional gospel e traduziram os hinários para a língua portuguesa, como o cantor cristão e a harpa cristã. Contudo, o estilo só veio se concretizar mesmo na década de 80. 
Atualmente, os artistas da música gospel são reconhecidos não somente entre os evangélicos, mas suas músicas são ouvidas até mesmo por quem não frequenta uma igreja. São cantores responsáveis pelo grande crescimento desse gênero no país e no mundo. Isso porque as músicas, muitas vezes, soam como um alento e trazem paze bem-estar para as pessoas. 

A Banda Som de Adoradores é formada por:
Guitarra e vocal: Misael Machado 
Vocal: Mônica Lopes          
Baixo: Kauê Nascimento
Bateria: Luan Kitaiski          
Teclado: Nilson Pereira
Áudio e vídeo: Marcos de Cesaro      
Sonoplasta: Jair Nascimento
Equipe de apoio e ministração: Liriane Machado (palestrante), Luciane Henn e Andressa Silva 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

11/10/2018   |
11/10/2018   |
11/10/2018   |
05/10/2018   |
05/10/2018   |
28/09/2018   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS