Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Sicredi promove palestra para associados e colaboradores

01/12/2017 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Palestra, com o vice-presidente corporativo da Icatu Seguros, César Saut, teve como tema 'Agregando renda e proteção para o futuro'

Na última sexta-feira, 24, no Clube Buricá, a Sicredi Noroeste RS reuniu associados e colaboradores para a palestra do vice-presidente corporativo da Icatu Seguros, César Saut, que abordou o tema "Agregando renda e proteção para o futuro". Em torno de 600 pessoas estiveram presentes.
A programação teve continuidade no sábado pela manhã, desta vez apenas para os colaboradores, com a participação do diretor-executivo de Produtos e Negócios do Banco Cooperativo Sicredi, Cidmar Stoffel. O encontro se encerrou com um almoço.

Colaboradores homenageados por tempo de serviço no Sicredi, com 10, 15 e 25 anos

Economizar para garantir um futuro estável
Em sua palestra, o vice-presidente corporativo da Icatu Seguros - uma das maiores empresas do País nas áreas de Vida e Previdência, ela administra atualmente mais de R$ 15 bilhões em reservas de previdência - identificou na fase atual um momento de transição, no qual a austeridade da economia e o debate sobre a reforma da Previdência Social vão despertando no público uma consciência mais aguda sobre a necessidade de economizar para garantir um futuro estável.
Para ele, a perspectiva de mudança nas regras da Previdência já impactou os negócios substancialmente. No decorrer do ano passado, a Icatu captou por volta de  R$ 1,2 bilhão de reservas novas de previdência.
"No primeiro semestre deste ano, já captamos mais de R$ 2 bilhões. Isso são as pessoas entendendo que, se quiserem ter uma renda digna, vão ter que fazer reservas para isso. Hoje, temos menos de dois filhos por casal, então a próxima geração será menos numerosa e não terá capacidade de sustentar a geração passada. O ponto é: a reforma da Previdência vai ocorrer, senão o País quebra. Essa consciência está mais presente para a população, porque todo mundo tem, próximo de si, uma pessoa que contribuiu a vida inteira sobre 20 salários mínimos, se aposentou sobre dez e ganha três ou quatro, em função do fator previdenciário."
Para César Saut, essa realidade vai piorar. "Provavelmente, daqui a uns 20 anos, o INSS não terá condições de pagar mais do que um salário mínimo. Quem quiser ganhar três, quatro, cinco ou seis salários mínimos terá de contribuir para uma previdência privada, seja qual for, mas começar a fazer reserva para sustentar o futuro, senão ficará dependente economicamente de outros", alertou.
O mercado de seguros tem 4% de representatividade no PIB, incluindo a previdência privada VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre). Na Coreia do Sul, representa 13% do PIB.
Presidente da Sicredi Noroeste RS, Glei Linhares (direita), entregou um mimo ao palestrante César Saut

Governança Sicredi
Na noite, também foi feito o anúncio de mudanças na composição da Diretoria Executiva e Gestores da cooperativa.
O diretor-executivo Hamilton Cassol foi convidado pelo Conselho de Administração da Central para assumir as funções de diretor de Supervisão da Central Sicredi Sul/Sudeste, com sede em Porto Alegre, o segundo mais elevado cargo na hierarquia da instituição de segundo grau, que hoje responde por 50% das pessoas e operações de todo o Sistema Sicredi no Brasil.
Conforme o presidente da Sicredi Noroeste RS, Glei Linhares, Cassol, com sua trajetória de 18 anos de atividades no Sicredi, deixa um legado marcado pelo profissionalismo, ética, dedicação, relacionamento humano e competência técnica.
Para desempenhar as atribuições de diretor-executivo na Sicredi Noroeste RS, cargo eleito pelo Conselho de Administração da cooperativa, assumiu Evandro Pohl Sehn, que, conforme Glei, é um profissional que traz em sua bagagem amplo conhecimento e comprovada experiência nos processos internos, gestão de negócios e relacionamentos com os públicos interno e externo.
Em sua trajetória de 18 anos no Sicredi, Evandro transitou pela gerência de diversas agências do Sicredi na região e se credenciou por suas qualidades a assumir este desafio, após exercer por sete anos a gerência da agência Sicredi Urbana em Horizontina.

Hamilton Cassol e Evandro Sehn

Evento reuniu cerca de 600 pessoas no Clube Buricá

FOTOS SICREDI NOROESTE RS/DIVULGAÇÃO




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

24/11/2017   |
17/11/2017   |
17/11/2017   |
17/11/2017   |
10/11/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS