Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

22/09/2017 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À  GUISA DE COMENTÁRIO - PROFESSOR DE NOVO?  - Não. Por que não? Não perguntem ao colunista onde fica o  Alegrete.  Do jeito que estão as coisas, não mais o comentarista desejaria ser professor. Motivos: baixo vencimento, pagamento atrasado dos vencimentos, violência nas escolas, baixa qualidade do ensino público e pouca valorização do magistério. São argumentos suficientes para descartar nova carreira magisterial. Afinal de contas, magistério é vocação e não profissão. Nada a ver, portanto, com salário pouco condizente com o compromisso com a Educação e a formação dos jovens estudantes. Tudo a ver com outros quesitos que ofendem a nossa mentalidade educacional. Acima de tudo, a formação do cidadão relegada pelo atual sistema educacional. Sempre em primeiro lugar o respeito e a valorização do educador e da Educação. Tudo isso, porém,  foi sepultado.  Nossas cinzas na sepultura dos culpados. 

PRESTAÇÃO DE SERVIÇO CARA - Há muitas queixas quanto aos valores cobrados pelos prestadores de serviço de nossa cidade, nestes tempos difíceis de nossa economia. Há quem tivesse cobrado R$ 70,00 para troca de uma lâmpada. O serviço teria sido bem mais caro do que a lâmpada. Dificilmente, um prestador de serviço está cobrando menos do que R$ 50,00. Quer dizer, pode alguém ganhar facilmente R$ 200,00 por dia, o que daria no fim do mês uma renda de  R$ 4.000,00 ou até  R$ 5.000,00. E não se trata de serviços técnicos de média ou  alta especialização. DEVAGAR COM O ANDOR.
 
AGRICULTOR  TAMBÉM  RECLAMA  -  Agricultores também reclamam do elevado custo da mão-de-obra dos diaristas. Chegam a cobrar R$ 100,00  a diária. Seria o valor  equivalente a cinco sacas de milho. Ou um  valor superior a 100 litros de leite. De fato, o preço dos peões está lá em cima.

QUEM DISSE ISSO? - Ele, Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente duas vezes: "PALLOCI É FRIO, CALCULISTA E DISSIMULADO" E mais:" NÃO TENHO RAIVA DO PALOCCI, EU TENHO PENA". Isso que ele, Palloci, foi ministro de Lula, co-fundador do PT , agora, vai ser expulso da sigla. Infelizmente, a política tem dessas incoerências. 

RESPOSTA - "DISSIMULADO É ELE(Lula), QUE NEGA TUDO O QUE O CONTRARIA". A resposta é da defesa de Palocci.  Então, quem é o frio e calculista? 

FRASES - "OS PARTIDOS PERDERAM O NORTE". A frase é do professor universitário Jairo Nicolau. "É UM ÓTIMO NEGÓCIO TER UM PARTIDO"  A frase é de Fábio Schaffner. 

EXCESSO DE PARTIDOS - Há 35 partidos em atividade no País, atualmente e outras 66 legendas estão aguardando registro no Tribuna Superior Eleitoral. Todos querem mamar no fundo partidário, que é superior a R$ 888 milhões. Além disso, tem espaço no rádio e na televisão de graça.
 
HÁ SINAIS POSITIVOS - O equilíbrio da cotação do dólar, a bolsa em alta, queda do desemprego, inflação baixa e crescimento das exportações são sinais positivos da melhora de nossa economia. As consequências desta melhora devem vir depois. 



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

08/12/2017   |
01/12/2017   |
24/11/2017   |
17/11/2017   |
10/11/2017   |
03/11/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS