Domingo, 19 de novembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1484
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

CONSULTA POPULAR - Projeto da área da agricultura recebeu 83,26% dos votos válidos

11/08/2017 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Fronteira Noroeste: projeto de melhor desempenho recebeu votação 636% superior à do 2º colocado

Três projetos escolhidos pela população da região serão contemplados com recursos; 20,8% do eleitorado regional votou

Três projetos, dos seis que compuseram a cédula de votação, serão contemplados, no Orçamento de 2018 do Estado, com recursos da Consulta Popular 2017. O 1º colocado receberá uma fatia maior dos recursos, enquanto o 2º e o 3º dividirão o restante igualmente.
Se três projetos - e não apenas o "vencedor" - receberão recursos, a diferença de votos do 1º colocado em relação aos outros dois pode, à primeira vista, não ter um significado tão grande. Mas, invariavelmente, a comparação dos desempenhos neste ano chama atenção.
O 1º colocado foi o projeto da consolidação do APL Leite (Arranjo Produtivo Local) da região Fronteira Noroeste, um projeto da área da agricultura. A demanda recebeu, simplesmente, 83,26% do total de votos válidos da Consulta na região, que é composta por 20 municípios: 28.444 de 34.162.
Mas os números expressivos do 1º colocado não param por aí. A votação do projeto foi 636,7% superior à do 2º mais votado, que teve a preferência de 3.861 eleitores. O número de votos do projeto de melhor desempenho foi 7,367 vezes maior do que o total recebido pelo 2º.
Nesta 2ª colocação, ficou a implantação de serviço de hemodinâmica no Hospital Dom Bosco, de Santa Rosa - naturalmente, um projeto da área da saúde.
Em 3º lugar, o uso de novas tecnologias na aprendizagem - dentro da formação continuada -, um projeto da área da educação, o qual recebeu 1.044 votos. A votação ocorreu nos dias 1º, 2 e 3, pelo site da Consulta, por um aplicativo disponibilizado pelos Coredes e Comudes e, ainda, por SMS.

Aumento na participação regional
Quanto ao 1º projeto mais votado, serão contemplados os dez municípios com maior coeficiente de votação na demanda. Os cinco primeiros receberão em torno de R$ 110 mil cada, e os cinco últimos, aproximadamente R$ 90 mil cada.
Em relação ao 3º projeto mais votado, da área da educação, serão contemplados, com valores iguais, os seis municípios com maior coeficiente de votação na demanda.
Neste ano, a região registrou 34.930 votos - 2,20% deles, ou 768, foram anulados. O total de votos representa 20,8% do eleitorado, hoje composto por 167.955 pessoas. Foram 19.386 votos pelo site da Consulta Popular, 15.534 pelo aplicativo e 10 por SMS.
"A avaliação que fazemos da participação é muito positiva, porque saímos de 14,6%, no ano passado, para 20,8% em 2017. As prefeituras, Comudes, entidades, instituições, outros voluntários, todos se envolveram no processo, então, quanto à região, tudo foi muito positivo. Conseguimos elevar nosso percentual, o que nos possibilita trabalhar no ano que vem por mais recursos", analisa ao Semanal a presidente do Corede/Fronteira Noroeste (Conselho Regional de Desenvolvimento), Vanice de Matos, ex-prefeita de Porto Vera Cruz.
Com seus 20,8% de participação do eleitorado, o Corede/Fronteira Noroeste ficou em 7º lugar no ranking estadual. O 1º lugar ficou com o Médio Alto Uruguai, que teve participação de 28,79%, ou 33.969 pessoas.
Entre os municípios, São José do Inhacorá teve, proporcionalmente, a maior participação do Estado, com 82,78% do seu eleitorado, ou 1.755 pessoas, votando. Em Três de Maio, 2.011 pessoas votaram.

Secretários de Agricultura se mobilizaram
"Houve uma organização dos secretários municipais de Agricultura. Quando se começou a falar da Consulta Popular, os secretários de Agricultura da região fecharam a questão e passaram a trabalhar em cima do APL Leite, e isso possibilitou esse resultado", explica Vanice sobre o desempenho do projeto que ficou em 1º lugar.
"Na saúde, não tivemos essa conjugação de esforços. Até porque no programa do APL Leite se falava em aplicação dos recursos nos municípios, enquanto, na saúde, vai haver a destinação dos recursos para uma instituição da região. Por mais que o serviço de hemodinâmica no Hospital Dom Bosco vá beneficiar toda a região, o programa na Consulta não acaba tendo todo aquele apoio, porque se pensa que não haverá uma resposta imediata para todos", acrescenta ela.
Os outros três programas que compuseram a cédula de votação foram o desenvolvimento das agroindústrias familiares (215 votos válidos), construir projeto de fomento à implantação do programa de uso, manejo e conservação do solo e da água (425), e habitação para famílias em situação de vulnerabilidade social (173).
No próximo ano, quanto à Consulta Popular 2017, a região será contemplada com R$ 1.868.571,43 no Orçamento do Estado. O projeto mais votado receberá R$ 1.000.059,43, e o 2º e o 3º terão R$ 434.256 cada.
Em nível estadual, 8,5% do eleitorado participou da Consulta. Foram, no total, 705.835 votantes, de 8.322.963. Houve 507.767 votos pelo site da Consulta, 196.460 pelo aplicativo e 1.608 por SMS.

Consolidação do APL Leite da região Fronteira Noroeste
Municípios que serão contemplados com recursos, de acordo com o coeficiente de votação no projeto (relação extraoficial)
1º) São José do Inhacorá (R$ 110 mil)
2º) Porto Mauá (R$ 110 mil)
3º) Nova Candelária (R$ 110 mil)
4º) Porto Vera Cruz (R$ 110 mil)
5º) Campina das Missões (R$ 110 mil)
6º) Novo Machado (R$ 90 mil)
7º) Porto Lucena (R$ 90 mil)
8º) Senador Salgado Filho (R$ 90 mil)
9º) Tucunduva (R$ 90 mil)
10º) Cândido Godói (R$ 90 mil)

Uso de novas tecnologias na aprendizagem
Municípios que serão contemplados com recursos, de acordo com o coeficiente de votação no projeto (relação extraoficial)
1º) Tucunduva (R$ 72.376)
2º) Novo Machado (R$ 72.376)
3º) Senador Salgado Filho (R$ 72.376)
4º) Horizontina (R$ 72.376)
5º) Porto Lucena (R$ 72.376)
6º) Porto Mauá (R$ 72.376)



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

10/11/2017   |
10/11/2017   |
06/11/2017   |
03/11/2017   |
27/10/2017   |
13/10/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS