Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Ano XXIX - Edição 1487
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para consumo

31/07/2017 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - VALOR DA FAMÍLIA - A cada dia que passa a família adquire mais importância, porque é de lá que vem a educação dos filhos. Boas famílias, famílias bem estruturadas são a base e a segurança de uma sociedade bem constituída. O contrário também é verdadeiro. Se se desse mais valor às famílias, com certeza, teríamos pelo País afora mais segurança, menos violência e desempenho melhor e mais eficiente nos diversos segmentos. Estamos falando das famílias bem constituídas, bem formadas, com fundamentos sólidos. Só que nos tempos difíceis que estamos atravessando, a família a cada dia que passa se desestrutura mais e mais. E os resultados nefastos crescem a olhos vistos. Cada vez mais os filhos se desgarram e enveredam por caminhos escabrosos. Com certeza, dia virá e haverá o caminho de volta. Quando será, não se sabe. Mas que não seja tarde demais.

GAMBIARRA ELETRÔNICA - Até nas bombas de gasolina estão roubando, usando a gambiarra eletrônica. Quer dizer, o cliente recebe menos combustível do que a bomba indica, em função de um equipamento eletrônico utilizado pelos proprietários de postos. O truque foi descoberto em São Paulo. Que mais esta sovinice não venha para os pagos do Sul. 

A SURPRESA - Foi o aumentos dos tributos sobre os combustíveis. O motivos alegado pelo governo federal foi trancar a sangria e sair do atoleiro. O presidente Temer alegou que o povo vai entender. Mas o povo não quer entender que sempre é chamado para descascar os pepinos do governo. Muitos postos imediatamente aumentaram nas bombas os preços acima dos aumentos concedidos pelo governo. Pode?

CUMPRIMENTOS MERECIDOS - O colunista tem especial satisfação em cumprimentar a quem merece. Desta feita é a equipe de Emergência do Hospital São Vicente de Paulo pela atenção dispensada à esposa do colunista, que foi atendida à meia noite pelo SUS com uma atenção de causar a melhor impressão. A imagem que se tem pelo País afora é o mau atendimento dispensado pelo SUS. Aqui é diferente.

O BOM GOVERNANTE OLHA PARA TODOS E NÃO APENAS PARA OS SEUS.

AS CONQUISTAS REQUEREM APETITE: ESPORTE, POLÍTICA, ATIVIDADE PROFISSIONAL. 

"NUNCA PENSEI QUE VERIA ISSO NO PAÍS, O BRASIL ROMPIDO AO MEIO POR ESSA COISA RIDÍCULA CHAMADA POLÍTICA". A frase é do cantor Ney Matogrosso. Aliás, todos os brasileiros sensatos pensam a mesma coisa.
ECONOMIA REAGE - Pouco. A previsão é de que a economia brasileira crescerá 0,3%, ao invés de 0,2%, em 2017. Mas isso significa em valores R$ 6 bilhões a mais circulando no mercado. A previsão para 2018 é de que o PIB crescerá 1,3% ao invés de 1,7%. 

FINALMENTE - Foram recolhidas as montanhas de galhos da rua Jorge Logemann. E não foram poucos os montes. Cerca de 10. A semana começou bem. Evidentemente, tem que haver normatização para jogar sucata, galhos e sujeira nas ruas. E não existe normatização. Assim sendo, não demora e as montanhas voltam. Assunto para debater. Quem não descarta lixo nas ruas não leva nenhuma vantagem. Pelo contrário, paga o pato. 

NÃO TEM O BOM E O BONZINHO - O que tem é o cumpridor de suas obrigações. Há os que ficam devendo tributos a torto e a direito. Um bilhão em sonegação no Estado só no primeiro semestre. E não há dinheiro pra pagar os servidores. O cidadão que não paga o seu tributo é imediatamente executado. Experimentem não recolher o Imposto de Renda. Não pode haver essa falsa distinção entre o bom e o bonzinho.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

08/12/2017   |
01/12/2017   |
24/11/2017   |
17/11/2017   |
10/11/2017   |
03/11/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS