Quarta-feira, 26 de julho de 2017
Ano XXIX - Edição 1467
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Extração do Siso

30/06/2017 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
A extração do siso é uma cirurgia para a remoção dos dentes terceiros molares, chamados também de dentes do siso ou do juízo. O procedimento de extração pode ser realizado em dentes que já nasceram e em dentes que não irão nascer - são os chamados sisos inclusos. Para falar sobre este assunto, entrevistei o cirurgião-dentista Mateus Lançanova, sobre uma duvida muito comum: "tenho que extrair o dente do siso". Pode ser que sim, pode ser que não. Quando este dente está bem posicionado, sem incomodar em sua boca, não há maiores problemas em mantê-lo. Porém, quando o paciente começa a sentir dores, ter infecções e perceber a movimentação dos dentes vizinhos, o siso pode se tornar um problema sério. Se nestes casos o dente do juízo não for extraído, uma série de complicações ainda maiores pode surgir. 

Quando a extração é necessária?
- Mau posicionamento do dente, dificultando a escovação e higiene adequada;
- Quando o paciente apresentar quadro de pericoronarite (inflamação do tecido gengival que recobre parcial ou totalmente o dente);
- Quando o siso nasce parcialmente e está inclinado sobre o dente da frente, fazendo pressão;
- Quando o dente está incluso ou impactado dentro do osso, ou seja, não nasceu.

Quais as consequências?
Dependendo de como o siso esteja posicionado, problemas maiores podem surgir futuramente, tais como aparecimento de cáries, doenças gengivais devido à dificuldade de higienização no local, reabsorção da raiz do dente vizinho e até mesmo o desenvolvimento de cistos e tumores. Esse dente, que mais parece não ter juízo nenhum, também pode alavancar questões ortodônticas. Devido à falta de espaço para ele nascer, algumas teorias acreditam que ele pode alterar o posicionamento dos dentes vizinhos, fazendo com que fiquem tortos.

Como é o procedimento da cirurgia?
Desde que você procure um profissional capacitado para realizar o procedimento e que lhe traga confiança! A extração do siso, para muitos pacientes, promove uma sensação de alívio, principalmente se o dente já estava incomodando e causando dor.
Apesar de bem tranquila e sem motivos para temer, a extração dos sisos, como todas cirurgias, exigem cuidados especiais no pós-operatório. Seguir as recomendações do dentista é essencial para que você não corra nenhum risco após a extração e, ainda, reduza os desconfortos que a cirurgia causa. Confira esse passo a passo e recupere-se de forma rápida e com saúde.

Como é o pós-operatório?
O primeiro dia é o mais chatinho, mas nada impossível. Compressas com gelo podem ser ótimas alternativas para aliviar a dor e o inchaço na região. O recomendado é fazer uma a cada meia hora. Identifique sua necessidade e alterne esse tempo se for preciso.

E alimentação?
O sorvete está liberado, mas com moderação. Além de exigir uma boa escovação após o consumo para impedir as cáries de fazerem a festa, você não vai viver só de sorvete por esses dias, né? Recomenda-se uma dieta mais líquida e pastosa, mas que sejam nutritivas, como sucos naturais e sopas. Alimentos quentes devem ser evitados já que podem prejudicar a cicatrização.

E sobre as medicações?
Lembre-se: todos os remédios prescritos devem ser tomados conforme orientação do seu dentista. Não peque por economia e nem por excesso. Se notar que a medicação não está trazendo o conforto desejado, converse com seu dentista para saber se há a necessidade da medicação ser revista. Jamais tome o dobro da medicação ou outro remédio por conta própria.

Por que não é recomendado fumar?
Você tem uma ferida na boca que está em fase de cicatrização e que pode sofrer inflamações e infecções. As substâncias tóxicas do cigarro penetram na mucosa aumentando muito mais esses riscos. Se o cigarro já deve ser evitado por muitos outros motivos, com a saúde bucal não é diferente. Os cuidados no pós-operatório são muito importantes para o sucesso da sua recuperação.

E as bebidas alcoólicas?
Após a extração do siso, as bebidas alcoólicas também devem ser evitadas, principalmente se seu dentista receitou algum antibiótico nas medicações. Não dá para misturar, né?

Sobre a higiene bucal:
Agora mais do que nunca você precisa manter a higiene bucal em dia. Porém, após a extração é necessário mais cuidado. Escove seus dentes de forma bem suave, tomando cuidado para não bater com a escova na região. Pode ser bem dolorido! Além disso, os pontos podem reter alimentos e bactérias que podem causar uma bagunça na sua boca e, pior ainda, causar infecções. Por isso a importância de manter sua boca limpa e bem cuidada. Durante os quatro primeiros dias, o uso de enxaguatórios bucais deve ser evitado.

Quando voltar ao consultório do seu dentista?
Uma semana após a extração do siso é importante que você veja seu dentista. Além de retirar os pontos, ele vai conferir se a cicatrização ocorreu sem complicações.

Mateus Lançanova - Cirurgião-Dentista (CRO 20579)



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

21/07/2017   |
14/07/2017   |
07/07/2017   |
23/06/2017   |
16/06/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS