Domingo, 25 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Vitória Foletto Soares nossa Mini Miss Internacional

16/06/2017 - Por Yara Lampert
Tweet Compartilhar
Vitória Foletto Soares tem apenas 7 anos,  mas já tem muita história para contar. Ela é dona da faixa de Mini  Miss Internacional. Para chegar até o título foram várias as etapas. Em 2016, ela participou do concurso Mini Miss Rio Grande do Sul, realizado em Novo Hamburgo,  onde enfrentou  26 candidatas, e sagrou-se vencedora com o título gaúcho de Mini Miss.  Após, em outubro, na cidade de Campo Grande - MT,  veio a etapa a nível nacional. Lá foram 42 candidatas na disputa, para escolher a Mini Miss do Brasil. E Vitória, mais uma vez, foi a vencedora, após enfrentar inúmeras provas e etapas. Com a obtenção do título de Mini Miss do Brasil, a Vitória se habilitou a participar do Concurso de Paris, quando obteve o título de Mini Miss Internacional. 
Para saber mais sobre a trajetória de Vitória, até chegar ao título internacional, conversamos com a nossa mini Miss e seus pais, Jairo e Maristela Soares. 

 Para vocês, o que representa  o título de Mini Miss Internacional?
Representa uma conquista importantíssima, não só para a Vitória, bem como para o Brasil, cujo título o país não alcançava há vários anos. 

Como foi competir com 15 meninas dos mais diversos países? De quantas provas Vitória participou?
Foi um concurso bastante cansativo, com inúmeras provas, entrevistas e análise de postura. Por sermos da América Latina, houve uma certa dificuldade de comunicação na medida em que a grande maioria das concorrentes era de origem europeia e tinha o inglês como língua natural. Mesmo assim, a Vitória se saiu de maneira excepcional, conseguindo comunicação de maneira fácil. Ao todo, foram realizadas seis provas variadas.

Qual a etapa ou a prova que a Vitória achou mais difícil, e qual ela mais gostou?
Houve uma certa dificuldade na prova de entrosamento com as candidatas,  pela diversidade de idiomas. Entretanto, existe uma forma de comunicação universal entre crianças, embora de países e línguas diferentes, sendo que todas acabaram se entendendo e se entrosando. Já a prova que a Vitória mais gostou e na qual se sentiu a vontade foi na prova de postura e passarela, nos vários desfiles realizados.
E agora, qual é a rotina de Mini Miss Internacional? Já há compromissos agendados?
Há vários compromissos agendados, sendo que alguns estão sendo deixados para segundo plano para que a Vitória recupere os dias de aulas perdidos, a fim de não prejudicar seu aprendizado.

 Ainda é cedo, mas a Vitória quer seguir na carreira de títulos de miss ou modelo?
A ideia da Vitória sempre foi de ser modelo. Tanto que adora desfilar e estar na passarela. Mas ainda é muito cedo para se pensar em uma carreira. No momento, o desejo é de ser Miss e curtir os títulos alcançados. 

O que vocês, como pais, diriam para uma menina que tem o desejo de conquistar um título?
 Inicialmente deve acreditar no sonho e se dedicar ao máximo para atingir o objetivo pretendido. 

Como é a definição dos trajes para cada etapa do concurso?
Em cada concurso havia um tema e regulamento acerca dos trajes e desfiles a serem realizados. No concurso de Paris houve uma festa e desfile a fantasia, com o tema Hollywood. Posteriormente, em outro dia, houve ou um desfile com roupa casual; no terceiro dia houve um jantar com desfile de festa e o quarto dia foi reservado às entrevistas. Já no quinto dia houve desfile das candidatas com vestidos iguais e fornecidos pela organização. Por fim, no sexto dia, houve a grande final com desfile em trajes de gala. No sétimo e último dia foi reservado para fotos das vencedoras com os títulos alcançados nas mais variadas categorias. 

A quem vocês querem agradecer, que de uma forma ou outra, foram importantes nesta conquista?
Foram muitas pessoas envolvidas que seria difícil nominar todas que tiveram participação de forma direta ou indireta. Entretanto, gostaríamos de nominar a Angelique Sobroza, que foi a descobridora e incentivadora da Vitória; ao  mestre Evandro Hazzi, conhecido como o Mago das Misses, que ensinou a postura na passarela e como deve se portar uma Miss, fazendo a diferenciação de desfile de modelo e desfile de Miss, entre outras posturas. À agência DMorais, que realizou  vídeos, imagem e marketing, a colunista Yara Lampert e ao Jornal Semanal, assim como os outros meios de comunicação,  que divulgaram a trajetória da Vitória, e ao Salão da  Rose Cabeleireira, responsável pelas lindas madeixas da nossa Miss. 

JOGO RÁPIDO
Cor preferida: Vermelho
Comida preferida: Sushi
Brincadeira preferida: Boneca
O que mais gosta de fazer: Ir na praça da igreja andar de patinete, bicicleta e fazer um piquenique com minhas bonecas.
Se você tiver superpoderes, quais seriam: Ajudar as pessoas
Qual o melhor presente que você já ganhou: A minha primeira Baby Alive
O que você quer ser quando crescer: Juíza de Direito



FOTOS: ARQUIVO PESSOAL



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

09/06/2017   |
02/06/2017   |
26/05/2017   |
19/05/2017   |
12/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS