Terça-feira, 22 de agosto de 2017
Ano XXIX - Edição 1471
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

HSVP mostra preocupação com alto número de atendimentos na unidade de urgência e emergência

16/06/2017 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
UNIDADE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

65% dos atendimentos de Três de Maio poderiam ser feitos em unidades de saúde, diz HSVP

Hospital mostra preocupação com o alto número; hoje, unidade realiza o dobro de sua capacidade mensal de atendimentos

A unidade de urgência e emergência do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Três de Maio, realiza em média 2,8 mil atendimentos por mês - tendo uma capacidade de fazer a metade disso, segundo o diretor-executivo da instituição, Élcio Callegaro.
Desse total de atendimentos efetivos, 77% são de pacientes de Três de Maio. O restante é de Alegria, Boa Vista do Buricá, Independência, Nova Candelária e São José do Inhacorá, municípios com cujas prefeituras há convênio para a realização de atendimentos pelo SUS.
Para o hospital, 65% dos atendimentos de Três de Maio na unidade de urgência e emergência poderiam ser feitos, sem prejuízo aos pacientes, em unidades de saúde da cidade, nos horários, naturalmente, em que elas estão abertas. O alto número preocupa a instituição.
"Quando a demanda é imprevisível, ocorre a concentração de pacientes em alguns horários, sobrecarregando o plantonista e gerando atraso nos atendimentos", explica Élcio.
A nova unidade foi inaugurada oficialmente em 13 de maio do ano passado, durante solenidade, com o atendimento efetivamente começando poucas semanas depois.
Quanto aos outros cinco municípios com que o HSVP tem convênio, o acordo entre as partes prevê que, exceto à noite e em fins de semana, o primeiro atendimento seja feito na cidade de origem do paciente.

Diretor-executivo do Hospital São Vicente de Paulo, Élcio Callegaro,
diz que 'é necessária a conscientização da população em buscar oprimeiro atendimento nos postos de saúde'

Conscientização da população
Na visão de Élcio, para que esse quadro quanto aos atendimentos de pacientes de Três de Maio apresente mudanças, "primeiramente, é necessária a conscientização da população em buscar o primeiro atendimento nos postos de saúde. Também, deveria ser criada uma forma de controle, em que nos horários em que a rede pública estivesse aberta os atendimentos deveriam ser feitos pelos médicos do Município".
Em 2017, os atendimentos feitos com mais frequência na unidade têm sido de viroses, cefaleia, gastroenterite, hipertensão, diabetes descompensado, infarto agudo do miocárdio, infecção do trato urinário, processo gripal, arritmias, dor torácica, traumas - lesões cortantes de porte pequeno, politraumas, acidentes - e retirada de corpo estranho da região ocular.
A secretária municipal da Saúde, Gislaine Mella, relata que a pasta está trabalhando na conscientização dos grupos das unidades de saúde de que o plantão é destinado a casos, realmente, de urgência e emergência, e que em situações não graves - como dores simples nas costas ou gripe - o ideal é se dirigir às unidades nos bairros.
No entanto, "não podemos impedir o paciente de ser atendido na unidade de urgência e emergência", diz ela, observando que não são apenas pacientes SUS que frequentam a unidade, mas, também, usuários de serviços como Unimed e IPE.
"Todo e qualquer cidadão tem o direito de entrar pela urgência e emergência. Como gestora, não posso dizer para a população que ela não pode ser atendida na unidade", frisa.
Gislaine diz que, em contatos com o hospital, tem sido dada a orientação de que o paciente seja avaliado e, não havendo gravidade no caso, seja encaminhado à unidade de saúde.
"Tem pacientes que chegam ao plantão porque não querem perder (tempo de) serviço. Então, vão à noite, ou entre meia-noite e 6h. Mas (quanto à situação geral) estamos trabalhando com o hospital para ver se conseguimos mudar essa questão cultural, uma vez que isso é uma cultura dos pacientes", analisa a secretária.

FOTOS: MURIAN CESCA

Confira a matéria completa no jornal impresso




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

18/08/2017   |
28/07/2017   |
28/07/2017   |
14/07/2017   |
07/07/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS