Domingo, 25 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

26/05/2017 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - HONESTIDADE - Que tal a honestidade. Ainda existe honestidade? Uma boa pergunta nestes tempos bicudos. Há os que prezam a honestidade. Outros nem tanto. A honestidade ao longo dos tempos mais recentes perdeu a credibilidade. Ou alguém acredita em tudo que dizem e fazem pelas devesas brasileiras? É honesto quem paga nos prazos estipulados os seus impostos e cumpre as obrigações assumidas. É honesto quem faz o que promete e o que assume. Demais disso, é honesto quem não transgride a legislação vigente. Parece tão simples na teoria, mas na prática a honestidade tem muito poucos admiradores. É mais fácil errar o caminho do que andar nos trilhos. Se houvesse o cumprimento da honestidade pela absoluta maioria dos seres humanos, a polícia teria pouco trabalho. A Justiça seria praticamente inoperante. No trânsito os acidentes seriam quase nulos. É preciso convir que é difícil, muito difícil ser fiel. Se fosse fácil, não haveria tantas transgressões.

TORCIDA - Há os que torcem com toda força pela melhora da economia brasileira. Outros, no entanto, torcem com toda força dos pulmões, para que a economia fique nessa inhaca em que está afundada, desde 2009, com o PIB sempre negativo. É o quanto pior, melhor. 

ROUBALHEIRA EM ALTA - Vejam só. Só o Pedro Barusco da Petrobras já devolveu R$ 90 milhões. Quantos milhões teriam sido roubados da Petrobras? Nunca saberemos. 

BOA NOTÍCIA - É ESTA DA AMPLIAÇÃO DA FAIXA DE ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA, há muitos anos no mesmo patamar, doloroso para o bolso de quem tem obrigação de pagar o tributo.  

QUE COISA! Das mais de 5.500 prefeituras brasileiras, 400 delas devem mais de 75 bilhões à Previdência Social. Agora na Marcha dos Prefeitos a Brasília, receberam 200 meses para quitar o débito. Uma injustiça para quem recolheu religiosamente os valores devidos pelos servidores municipais.

A ECONOMIA REAGE - Depois de anos de recessão, a economia brasileira reage. No mês de abril, foram criados 60 mil empregos com carteira assinada. O que não acontecia há 5 anos. Existe a perspectiva que a inflação de 2017 ficará em torno e até abaixo de 4% e o PIB, depois de anos, voltará a ser positivo. 

HÁ DOIS TIPOS DE VIZINHOS: OS BEM-HUMORADOS E OS MAL-HUMORADOS. E HÁ DOIS TIPOS DE CIDADÃOS: OS QUE GOSTAM DA CIDADE LIMPA E OS QUE GOSTAM DA CIDADE ATOLADA NO LIXO, COM MONTANHAS DE GALHOS POR TODOS OS LADOS. Só na rua do colunista há 05 montanhas. Pode? 

A JBS É A MÃE: GENEROSA COM TODAS AS SIGLAS, QUERIDA POR TANTA GENTE IMPORTANTE, MÃO ABERTA E ENTREGA OS BENEFICIADOS, QUE NÃO SÃO POUCOS. Segundo o delator da JBS, Joesley Batista, a empresa deu dinheiro - propina - a 1.829 candidatos de 28 partidos. 

Falta agressividade - Ao governo, que deixa os inimigos subir na cacunda e não reage. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/06/2017   |
09/06/2017   |
02/06/2017   |
19/05/2017   |
12/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS