Sábado, 24 de junho de 2017
Ano XXIX - Edição 1462
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

17/03/2017 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - MÃO ABERTA - Imagine-se um mão aberta. Não pensem que são muitos os mão abertas. São raridades neste mundo de Deus. São poucas as pessoas  que não são amarradas a bens. Não são abundantes os que doam facilmente dinheiro ou outros  bens a necessitados. Então, se corresse a notícia de que você tem  alguns milhões de dólares para doar para os pobres, para os necessitados. Você viraria um Deus, porque nada melhor do que alguém que  tem fama de bonzinho. Só que neste caso você precisaria se esconder, porque não daria conta para atender as filas de necessitados que apareceriam. É que os pobres, os necessitados são em número muito maior do que os bem de vida. E, num caso desses, até os remediados entrariam na fila. Quem não gosta de benesses? Só que por enquanto não pintou nenhuma notícia de um mecenas desta grandeza. Estão dizendo por aí com todas as letras  que ainda está por nascer o mão aberta que vai abrir o coração e a mão para quem precisa. Será mesmo? 

TAPA DE AMOR - O governo russo quer legalizar o sururu nos estádios. Convém lembrar que a Copa do Mundo de 2018 vai ser realizada na Rússia. Imaginem, se esta lei for aprovada,  o que não será da próxima Copa. Aliás, na Rússia já foi aprovada uma lei que permite tapa na mulher. A cultura russa chama isso de tapa do amor. 

QUE INJUSTIÇA!  -  Um idoso é preso porque atirou em ladrão que invadiu sua casa. O larápio entrou pelo telhado e o velhinho tocou fogo nele. A nossa justiça está desse jeito: dá razão para o bandido e castiga o cidadão honesto. O bandido continua armado até os dentes e ninguém toma a arma dele. Pode uma coisa dessas?

SUCESSO  - A 18° edição da  EXPODIRETO-COTRIJAL,realizada todos os anos em Não-Me-Toque, terminada, na sexta-feira da semana passada, foi pleno sucesso de negócios e participação. Isso precisa animar os organizadores da nossa Expofeira do Agronegócio, que será realizada em maio que vem. Tem que haver mais ousadia, para que nossa feira cresça, avance  e  fique maior. Se Não-Me-Toque, cidade do porte de Três de Maio, pode promover uma feira naquelas proporções, por que nós não podemos ousar mais? 

SUPERSAFRA - Fala-se de boca cheia de que teremos uma supersafra de grãos na presente safra. Tudo devido às condições climáticas favoráveis. Mas as queixas dos produtores são referentes aos preços praticados, muito abaixo das expectativas. Há notícias de que numa área de 700 hectares, no município de Doutor Maurício Cardoso, a produção de milho pode alcançar 200 sacas e 80 sacas de soja por hectare. Que coisa! Tudo graças ao avanço da tecnologia. 

"DOAÇÃO ELEITORAL NÃO É ATO DE CARIDADE OU BENEMERÊNCIA, MAS ALGO INTERESSEIRO".  A frase é do colunista Flávio Tavares. 

IMPOSTO DE RENDA DO CÃO - Assim é que se pode chamar o Imposto de Renda 2017. Senão vejamos: não houve reajuste, enquanto a inflação de 2016 foi de 6,39% e o reajuste salarial na média foi de 7%, o que significa que vamos pagar imposto  a mais algo em torno de 14%. A defasagem da tabela  é, pois, ao redor de 83%. Com toda razão o Imposto de Renda deste ano é do cão. E ninguém trata de pôr os pontinhos nos is. Está mais do que na hora. 















Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/06/2017   |
09/06/2017   |
02/06/2017   |
26/05/2017   |
19/05/2017   |
12/05/2017   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS