Sexta-feira, 6 de dezembro de 2019
Ano XXXI - Edição 1586
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

55% dos municípios da Região Fronteira Noroeste tem gestão fiscal boa ou excelente

14/11/2019 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Os dados do Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF) - que analisa as contas públicas das cidades brasileiras através de quatro indicadores: Autonomia, Gastos com Pessoal, Liquidez e Investimentos, mostram que dos 20 municípios que compõem a Associação dos Municípios da Fronteira Noroeste, 11 foram classificados com gestão fiscal boa ou excelente. Porém, no indicador de Investimentos, as cidades de Três de Maio, Horizontina e Santa Rosa, obtiveram o conceito de Gestão Crítica, perdendo para municípios menores, como Boa Vista do Buricá e Nova Candelária. Os números foram divulgados em 31 de outubro, com base em dados fiscais oficiais de 2018.
Em nível de país, com base no indicador de Autonomia, o IFGF revela que quase duas mil cidades brasileiras não se sustentam, já que a receita gerada localmente não é suficiente nem para custear os gastos com a Câmara de Vereadores e a estrutura administrativa da Prefeitura.

Leia a matéria completa na edição impressa




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

14/11/2019   |
08/11/2019   |
25/10/2019   |
18/10/2019   |
11/10/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS