Quarta-feira, 22 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

29/04/2016 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - A BOA EDUCAÇÃO faz falta nos nossos tempos bicudos. Muitas pessoas se especializaram em grosserias, ao invés da boa educação. Até nossos representantes no Legislativo, muitos deles, mostram que são pouco afeitos a boas maneiras. Cometem verdadeiras pérolas de falta de educação. Tempos houve em que havia mais apuro e zelo pela prática dos bons modos. Desde as crianças, quando cruzavam por pessoas mais idosas, cumprimentavam. Mas tudo isso, no correr do tempo, evaporou. Hoje, temos a indiferença nos modos, a falta de atenção para com o próximo. E os maus modos abundam, desde o jeito de falar. Se houvesse valorização da boa educação, talvez, não haveria esse extenso oceano de maus modos por todos os lados, onde não há desculpe, com licença, boa tarde, bom dia, ou o por obséquio. São palavras e expressões esquecidas no dicionário do nosso tempo. O que vale é desacatar, ofender, cuspir na cara, como acontece no parlamento brasileiro. O bonito é falar palavras chulas, fabricar expressões grotescas e enxovalhar a moral de outrem. 
POR QUE ESTA GOLEADA DE VOTOS NO PROCESSO DE IMPEACHMENT? É O DESCONTENTAMENTO DO POVO COM UM GOVERNO INCOMPETENTE
AGORA O BICHO VAI PEGAR - É o que disse um empresário de Três de Maio, referindo-se a trabalho na sua empresa. As encomendas foram atendidas e não há novas encomendas, por isso o bicho vai pegar. É a recessão de nossa economia. Milhares de empresas já fecharam as portas. 
IMPOSTO SINDICAL - Rende todos os anos cerca de R$ 3 bilhões, distribuídos para 10 mil entidades. Isso pode acabar, mesmo porque os trabalhadores têm pouco ou nenhum retorno, como os contribuintes não têm nenhum ou quase nenhum retorno dos altos tributos que pagam. 
"GOLPE QUEM DEU FOI A SENHORA". Foi o que Ary Fontoura disse em programa do Faustão.
MELHORA OU PIORA? - O prazo para melhorar a situação seria de 06 meses. O cenário econômico com redução da inflação, retomadas dos índices de emprego e a atividade empresarial requer tempo e mudanças. O mercado precisa readquirir confiança. 
"NÃO HÁ GOVERNO QUE SE SUSTENTE SEM CRESCIMENTO DA ECONOMIA, PRINCIPALMENTE NO BRASIL". Economista Darcy Francisco Carvalho dos Santos. 
MÃO FECHADA - O vice-presidente da República, que poderá assumir, a partir de maio, a cadeira da presidente Dilma Roussef, é de origem libanesa. E soube-se que é um baita mão fechada. Tipo mão-de-vaca. Quem sabe, numa situação econômica difícil como a que o Brasil está passando, poderá ser uma solução, porque economizar é preciso.
MINISTRA DA AGRICULTURA NÃO PRESTIGIA - A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, amiga da presidente Dilma, embora do PMDB, não largou o Ministério. Ela não prestigiou a abertura da 23ª Agrishow, em Ribeirão Preto, um dos maiores acontecimentos do agronegócio do País. Bem assim, a ministra não vai prestigiar a 21ª Fenasoja e muito menos a 4ª Expoterneira, porque então já será tarde. É o ocaso do apagado governo de Dilma Rousseff. 




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/05/2019   |
10/05/2019   |
04/05/2019   |
26/04/2019   |
12/04/2019   |
05/04/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS