Terça-feira, 20 de agosto de 2019
Ano XXXI - Edição 1571
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

18/03/2016 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - O ANO DA MISERICÓRDIA - Talvez, muitos sequer saibam o que significa misericórdia, para a qual foi dedicado todo ano de 2016. Sem dúvida, nestes belicosos tempos que estamos vivendo, do dicionário de muitos foi riscada a palavra misericórdia, bem assim a palavra perdão. Tempos houve em que as pessoas educadas, quando cometiam alguma infração, rapidamente diziam: Perdão! Era o ensinamento que vinha de casa, do seio dos lares bem constituídos. Talvez, por isso, a Igreja foi buscar o tema da misericórdia, para que novamente voltem ao dicionário do dia a dia as palavras perdão e misericórdia. De fato, há muito ranço, muita discórdia e desentendimento nos quatro quadrantes do mundo. Homens e mulheres se matam por dá cá aquela palha, por discórdias, por nada ou por quase nada. As facções políticas se digladiam por causa de interesses mesquinhos, por causa do apetite pelo poder, por causa das migalhas que caem da mesa dos governantes. Os grupos econômicos buscam vantagens a poder de chantagens e de falcatruas que fazem corar frades de pedra. É ano de levantar as mãos aos céus e dizer: Perdão!

SAFRA RECORDE - Apesar de tanto pessimismo, a Emater diz que a safra de soja no Rio Grande do Sul será recorde nesta safra, com 16,07 milhões de toneladas contra 15,7 milhões de toneladas na safra passada. Pelo menos o agronegócio gaúcho continua em alta. 

TRIGO EM BAIXA - A baixa perspectiva de lucro e os problemas climáticos inibem a cultura do trigo. Enquanto isso a cultura da soja está em alta com mais uma safra recorde prevista no Estado. O milho também adquiriu mais adesões com a alta do preço e bom mercado. O agronegócio por enquanto está salvando a economia do Estado. 

MILHO EM ALTA - A cultura do milho está em alta: terá a área de plantio ampliada na próxima safra. As razões são muito simples: a produtividade em alta e os bons preços de mercado. A cultura do milho esteve durante 12 anos em queda. E o arroz sofreu um baque na presente safra por razões climáticas, efeito do El Niño.. 

"BRASIL É O PAÍS DO FUTEBOL QUE SÓ FAZ AFUNDAR". A frase é do colunista Híltor Mombach, do Correio do Povo. O Brasil era o País do futebol e está afundando por causa dos maus administradores e dos gatunos. 
PARA ONDE ESTAMOS INDO? Para o fundo do poço? A mobilização de ruas é um forte indicativo de impeachment. Mas melhor do que o impeachment seria a renúncia. Mas a presidente já disse que não tem cara de renunciar. 

"O PMDB PEDIU OS TRINTA" é como se lê na imprensa. Foi dado tempo para a Dilma fazer novos agrados. Ainda mais se Lula for ministro. 

ATÉ QUANDO ? - Os ladrões paulistas estão enriquecendo. Levaram 50 milhões de uma única empresa em São Paulo. Dinheiro fácil. Afinal de contas, até quando vamos viver debaixo do mau tempo dos gatunos? São roubos, muitos deles espetaculares, todos os dias em toda parte. Onde os ladrões vão gastar todo esse dinheiro? Até pode servir de fundo partidário, eventualmente. É preciso abrir o olho






Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/08/2019   |
09/08/2019   |
02/08/2019   |
26/07/2019   |
19/07/2019   |
12/07/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS