Terça-feira, 15 de outubro de 2019
Ano XXXI - Edição 1579
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

16/10/2015 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  -  ETERNIDADE  -  Nós que estamos acostumados a lidar com o tempo finito, temos sérias dificuldades para encucar o significado de eternidade. É uma outra dimensão àquela que estamos acostumados a vivenciar toda hora, todo dia, todo mês ou todo ano. Tudo milimetricamente medido em horas e dias. A eternidade, no entanto, não tem dia nem hora. Algo intemporal, o que dura para sempre. Por mais que se medite sobre a eternidade, é que menos se entende. É inimaginável alto que dure sempre. Entre nós, tudo tem seu tempo limitado. Tem validade por tempo determinado. Inclusive, nossa vida sobre a terra. Estranhamos, pois, quando nos ensinam que depois desta vida terrena, vamos viver na eternidade. Dá para entender? Dentro de nossos conceitos de limitação do tempo, não. Então, temos que admitir. Temos que acreditar. Assim como não dá para entender donde foi tirada a matéria-prima para criar o universo, nossa limitada inteligência não irá jamais entender  a infinitude do tempo. Agora, não custa pensar muito e quebrar a cabeça. 

NOTA BAIXA  - A presidente Dilma Roussef tem nota baixa nos quatro maiores municípios do Estado: Porto Alegre, 3,3; Pelotas, 3,2. Canoas, 3,1 e Caxias do Sul, 2,6. As notas são de 01 a 10. 
Os que não aprovam o governo de Dilma: Caxias do Sul, 86,2%; Canoas, 84,6%; Pelotas, 84,2% e Porto Alegre, 81,2%. É preocupante o baixo prestígio de nossa governanta maior. Será que melhora com o arranjo do ministério? 

GOVERNADOR IDEM - As notas atribuídas ao governador Sartori nestes primeiros nove meses também não são boas. Ou, se não, vejam: Porto Alegre, 3,2; Canoas, 3,5; Pelotas, 3,7 e Caxias do Sul, 5,1. Só passou nesta prova encardida, em Caxias do Sul, onde foi prefeito. Ainda há tempo para virar o jogo.  

GASTANÇA  -  Está em alta a gastança dos vereadores de inúmeros municípios gaúchos - muitos deles pequenos municípios - em diárias e viagens para cursos de qualificação. Em um determinado município do Estado foram gastos no ano passado em diárias e viagens RS 365 mil reais. O que simplesmente é um absurdo, num momento em que o povo penaliza. Para a edilidade tresmaiense só elogios neste quesito.

PREFEITURAS EM MAUS LENÇÓIS  -  O choro é um só em muitas prefeituras gaúchas. Há prefeitos que estão baixando os próprios subsídios, estão dispensando cargos de confiança, estão cortando diárias e promoções. Também pudera! Segundo a Famurs, no Estado mais de uma centena de municípios terão dificuldades para fechar as contas em 2016. Aí não tem jeito, é preciso cortar onde dá. Até na carne estão cortando. 

SERÁ VERDADE?  -  A reforma do apartamento triplex do ex-presidente Lula foi paga por uma das empreiteiras envolvidas no escândalo de corrupção da Petrobras. Outrossim, o sítio de lazer em Atibaia também foi reformado pela empreiteira OAS. Evidente que o ex-presidente vai negar sempre.

CAI A PRODUÇÃO  - Em setembro, caiu 42,1% a produção de veículos no País, comparando com o mesmo mês do ano passado. As vendas de máquinas agrícolas também despencaram 40,5/%, em setembro, e 29,8%  no ano. No entanto, a área plantada a nível nacional na presente safra será 3% maior que a do ano anterior. Aumenta o plantio de soja e cai o plantio do milho. Motivo: preço.



Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

11/10/2019   |
04/10/2019   |
27/09/2019   |
19/09/2019   |
13/09/2019   |
06/09/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS