Terça-feira, 23 de julho de 2019
Ano XXXI - Edição 1567
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

30/01/2015 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - DIGNIDADE - É preciso ter. Quem assume cargos importantes precisa dignidade. Do contrário, apequena a instituição e rebaixa o posto. Predicado importante a dignidade. Quem não a tem, deveria ter a hombridade e não assumir. Só que há casos em que a pessoa não tem espelho, ou esquece de olhar-se no espelho e assume mesmo assim. E a gestão se desenvolve em clima de desconfiança. Dignidade dá autoridade para proceder, para tomar iniciativas. Dignidade valoriza o cargo, a posição e a entidade. O contrário também é verdadeiro. Que tal um governador, ou um presidente sem dignidade. Seria um escândalo sem precedentes. Em dimensões adequadas vale o mesmo para outros encargos. A dignidade confere credibilidade ao mandato dos ocupantes de cargos, sobretudo, os públicos. Só que nos tempos bicudos em que vivemos está sendo corroída a imagem do cidadão digno, dando lugar ao tergiversador. E como os seres humanos se adaptam sistematicamente a novos hábitos, lamentavelmente, este é mais um que precisa ser engolido em seco. Só que, hoje, indignos ocupando cargos, virou norma.

PRIMEIRO GRANDE ACONTECIMENTO JUBILAR
- A inauguração da Nutrifont Alimentos, no dia 12 de janeiro, foi o primeiro grande acontecimento no ano jubilar dos 60 anos de emancipação de Três de Maio. É preciso repetir que no segmento da economia, sem dúvida, a BRF é a maior conquista do Município nas seis décadas de existência de Três de Maio. Dinamiza a produção de leite, oferece centenas de oportunidades de empregos e traz retorno financeiro aos cofres públicos do Município. E de quebra dinamiza a economia dos diversos segmentos.

ESTAMOS IMPORTANDO ENERGIA DA ARGENTINA. E a culpa é a falta de chuva nas regiões dos mananciais, segundo os nossos governantes. Ninguém fala na falta de planejamento preventivo e investimentos no segmento elétrico.

TAXA BÁSICA - Subiu de 11,75% para 12,25%, o que afeta a economia, cujo crescimento em 2015 deve ficar em torno de zero. A finalidade deste aumento do Copom é frear a inflação. Método, aliás, superado.

ZÉ DIRCEU METIDO DE NOVO - Não bastou a condenação no escândalo do mensalão. Agora, a situação de Dirceu, ex-todo-poderoso Chefe da Casa Civil de Lula, é pior do que no famigerado mensalão. Montou uma empresa de fachada prestadora de serviços de consultoria, que recebia de empreiteiras vultosas quantias a título de propina por serviços não prestados.

NÃO TEM CABIMENTO - Taxar máquinas agrícolas. Serão 3% sobre o valor das máquinas. Uma máquina que custa R$ 500 mil reais, pagaria todos os anos a título de imposto R$ 15 mil reais, para ficar o tempo todo dentro da propriedade rural. Um absurdo! É simplesmente castigar a classe produtora.

A PRESIDENTE DILMA PREFERIU PRESTIGIAR A POSSE DO TERCEIRO MANDATO DE EVO MORALES, DA BOLÍVIA, DO QUE PARTICIPAR DO ENCONTRO ECONÔMICO DE DAVOS. E A PRESIDENTE CONTINUA UM SILÊNCIO QUE JÁ DURA MAIS DE 40 DIAS.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

19/07/2019   |
12/07/2019   |
05/07/2019   |
28/06/2019   |
21/06/2019   |
07/06/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS