Quarta-feira, 22 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

21/11/2014 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO - NÃO NOS CONHECEM - Antigamente, no meu tempo de guri de calças curtas ou meia-canela, a coisa era diferente. O professor tinha ensinado na escola que, quando passasse pela gente uma pessoa de mais idade, dissesse bom dia ou boa tarde. E, se estivesse de chapéu ou de boné, levantasse o mesmo discretamente. Exagero, talvez. A escola procurava educar, além de informar. Eram, sim senhores, outros tempos. As pessoas se respeitavam naturalmente. Não havia necessidade de leis para impor respeito, não senhores. Tinha bulling? Tinha. Tinha rixa? Tinha. O que não tinha era abuso sexual, nem pedofilia. Cada um ficava na sua. O respeito era ensinado no colo da mãe, na escola do lar e na sala de aula pelo educador, ou educadora. Era o tempo da vovó professora da aldeia, paga com os parcos recursos da gente pobre da comunidade. De lá saíram os homens e mulheres que construíram este Rio Grande e impuseram respeito ao Centro do País. De lá saíram os bandeirantes do século XX e XXI, que colonizaram o Brasil de Sul a Norte. Homens e mulheres de fibra, que respeitam e, às vezes, não são respeitados, porque são, hoje, velhos gagás, como gostam de dizer. É que eles não nos conhecem. 

POUCO AVANÇO - Foi pequeno, quase insignificante o avanço na majoração da taxa do lixo e da atualização da planta de valores, visando o aumento do IPTU. Ainda não existe a conscientização de que do couro sai a correia. Isso significa que o povo para obter bons serviços públicos precisa contribuir na medida certa. Coleta do lixo, melhorias e obras comunitárias saem dessas contribuições.

AUMENTOS - Os aumentos da gasolina, diesel e álcool imediatamente repercutiram no aumento de 11% dos fretes. O aumento dos fretes vai aumentar os produtos. E quem paga é o consumidor. Depois os que faltam à verdade dizem que a inflação está contida. O salário regional vai aumentar 16%, ou seja, mais do que o dobro da inflação oficial. A previsão para 2015 é que a inflação ultrapasse o teto. O assunto do salário mínimo regional está sendo polemizado e muito. 

DEFINIÇÃO DE ARTE - Tornar importante algo insignificante. 

PERGUNTA BOA: SE ALGUÉM TEM UM CARRO, UM ESTRANHO PODE USÁ-LO CONTRA A TUA VONTADE? RESPOSTA: SÓ ROUBANDO.COM IMÓVEL VALE O MESMO.

ESTA NÓS PERDEMOS: Nesta quinta-feira, dia 20, aconteceu a noite de autógrafos da obra que narra a vida do megaempresário tresmaiense, Armindo Denardin, em Ananindeua, estado do Pará. Tínhamos convite, o prefeito municipal, Olívio José Casali; a primeira-dama, Elizabeth Caraffa; o vereador Luiz José Lena e este colunista, para prestigiar aquele acontecimento. Detalhe: com passagem e estadia pagas pelo homenageado. Declinamos do convite por causa do lançamento da XIV Expofeira do Agronegócio, hoje à noite. 

SE VOCÊ ESTÁ NERVOSO E IRRITADO, É MELHOR NÃO FALAR. 

ISSO É RUIM: Os movimentos continuam. Cerca de 10 mil manifestantes pediram o impeachment da presidente Dilma e a volta da ditadura militar, em São Paulo. É o terceiro turno das eleições, que também conta com o episódio das investigações em andamento da corrupção na Petrobras. Isso é ruim. Precisamos de paz e harmonia. E clima para nova arrancada no desenvolvimento.




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/05/2019   |
10/05/2019   |
04/05/2019   |
26/04/2019   |
12/04/2019   |
05/04/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS