Quarta-feira, 22 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1558
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

24/10/2014 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  -  A GANA PELA VITÓRIA  -
Há muita gana pela vitória. Basta ver os atletas, quando vencem, como vibram, como comemoram. Os atletas que jogam futebol, voleibol e até ginastas, são exemplo disso. Comemoram exaustivamente, porque a vitória é emocionante. Há os que choram. Há os que inventam dancinhas. E os mais exaltados demonstram sua alegria com saltos acrobáticos. Afinal, a vitória vale tudo isso. É a antítese da derrota. Ninguém quer ser derrotado na cancha, na quadra esportiva, no tapete verde  e nem nos embates do dia a dia. A vitória vale qualquer sacrifício. Os vitoriosos vão até às lágrimas. Os derrotados se prostram e caem de bruços. Como reagem os políticos vitoriosos? E os políticos derrotados como se comportam? Difícil saber, porque não são mostrados quando comemoram e nem quando choram a derrota. Desaparecem depois do pleito, como a lua atrás das nuvens. Vitória sem honestidade não é vitória, é trapaça. Vitória digna de comemoração é a dos méritos. Aliás, são poucas.

RENÚNCIA DE RECEITA - O prefeito poder ser responsabilizado, sim. O que é renúncia de receita?  Não cobrar, ou não fazer cobrar a que têm direito os cofres públicos municipais. Deixar escapar irresponsavelmente a receita, são renúncias. Isso pode acontecer na cobrança desatualizada do IPTU, taxas não atualizadas, enfim. Não só em Três de Maio as tabelas são desatualizadas, senão que em muitos municípios gaúchos e brasileiros. E as cobranças vêm aí.

NOSSO PIB  - Comparem o nosso PIB com o da China, que também caiu em relação a outros tempos. China: 7,2% em 2014. O nosso glorioso PIB vai ficar por volta de 0,3% em 2014. Nada mais do que um Pibinho.

POR QUE SERÁ QUE AS PESQUISAS NO 2° TURNO ESTÃO ACERTANDO MAIS? TALVEZ, PORQUE PERDERAM A CREDIBILIDADE, PORQUE MANUSEADAS.

IMPORTAÇÃO DE MÃO DE OBRA  -  Estamos, sim, importando mão de obra desqualificada. O número de estrangeiros saltou de 8.115, em 2009, para 42.770, em 2013. A maioria vem do Haiti ou da África. Não vai fazer falta para os nossos trabalhadores esta verdadeira invasão?

QUE COISA MISERÁVEL  -  As redes sociais. É um vale-tudo. Agride-se. Mente-se. Inventa-se e nada acontece aos agressores. Está na hora de parar com isso. Tem gente que se presta para qualquer coisa. É a miserabilidade do nosso tempo em que o vale-tudo está acima de qualquer virtude.

UM BASTA À VIOLÊNCIA  - Precisamos governantes que se importam com a segurança dos cidadãos e combatam a violência com toda força. Por que proteger malfeitores?   

SEM DESTAQUE  -  A imprensa falada e escrita não deu destaque ao Concurso Público 2014, promovido pela prefeitura municipal, cujas provas foram realizadas, nos dias 11 e 12 de outubro. Nenhum repórter nos locais das provas. O concurso mobilizou 1.348 candidatos. Mas isso não mexeu com os titulares da imprensa. Tivesse capotado um carro ou uma moto, as rádios e os jornais teriam noticiado com ênfase. É a distorção dos fatos. O que importa é que tudo transcorreu normalmente. Talvez, esta a razão do silêncio.   




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

17/05/2019   |
10/05/2019   |
04/05/2019   |
26/04/2019   |
12/04/2019   |
05/04/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS