Segunda-feira, 20 de maio de 2019
Ano XXX - Edição 1556
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Em Três de Maio, números da BM apontam que maioria dos atropelamentos ocorrem na faixa de segurança

26/09/2014 - Por Jornal Semanal
Tweet Compartilhar
Este ano, foram três atropelamentos com registros na BM, todos na faixa,
e em nenhum caso houve óbito no momento do acidente

   Conscientização e mudança de comportamento são atitudes que valem a pena para que todos tenham um trânsito mais seguro, com menos índices de violência. Em uma cidade que está em desenvolvimento, o ideal é que motoristas, ciclistas e pedestres circulem em harmonia, cada um cumprindo seus direitos e deveres.

   Sobre a circulação de veículos em Três de Maio, o 1º Tenente Gilmar Daniel Feistel, comandante da Brigada Militar de Três de Maio, avalia que o trânsito no município já deixou de ser típico de cidade do interior, devido ao grande aumento da frota de veículos, o que por vezes acaba gerando conflitos de circulação, e aumenta o nível de estresse dos condutores, o que possibilita acidentes e infrações de trânsito.

   Contudo, na opinião do tenente, o comportamento dos motoristas no município é bom. "Claro que existem aqueles que infringem as regras de trânsito, muitas vezes por imprudência, imperícia ou até mesmo pela falta de conhecimento, mas são uma minoria", declara.

   No quesito comportamento do pedestre, Feistel reitera que também pode ser considerado bom, mas, por por vezes, tem alguns que andam desatentos e não prestam atenção à circulação dos veículos. "Quase a totalidade dos condutores respeita a legislação sobre faixas de segurança. Em raras exceções isto não acontece, e algumas vezes são penalizados por essa infração", afirma.

   Questionado sobre a segurança das faixas, o tenente explica. "Atravessar na faixa é o local ideal, mas, o pedestre deve atravessar a faixa de segurança com atenção, evitar atravessar muito depressa e verificar se foi avistado pelos condutores dos veículos. E, de preferência, sinalizar com o braço que deseja passar pela faixa", orienta.

   Este ano, ocorreram três atropelamentos conforme os números da Brigada Militar. Todos eles foram na faixa de segurança. Nos últimos anos, 2012 e 2013, a maioria dos atropelamentos também ocorreu sob a faixa de segurança. 

    Conforme Feistel, nenhum dos casos de atropelamento em 2014 houve óbito no momento do acidente.

   Para ele, o principal problema relacionado ao trânsito em Três de Maio é a falta de atenção dos motoristas, aliado ao estresse, o que acaba por gerar infrações de trânsito e acidentes. "A principal dica para que o trânsito funcione bem dentro da cidade é que o motorista dirija com atenção e respeite as regras de trânsito", orienta.



Confira a matéria completa no jornal impresso




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

01/03/2019   |
22/02/2019   |
08/02/2019   |
08/02/2019   |
01/02/2019   |
25/01/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS