Quinta-feira, 22 de agosto de 2019
Ano XXXI - Edição 1571
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

04/04/2014 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  -  TOMA LÁ E DÁ CÁ  -  Estamos no país do jeitinho brasileiro. Aqui de favor em favor tudo se ajeita. Tudo se acomoda. E tudo fica como dantes no quartel de Abrantes. O bom papo pode muito, pode quase tudo. E a mão molhada, então, nem se fala. É uma cultura vesga que protege os poderosos, os que podem e querem enfiar a mão no bolso e tirar de lá cifras de alta potencialidade. E aniquila o fraco, o desprovido de forças, o desprotegido. Quem pode mais, chora menos, é o ditado que cai a talho de foice. O que adianta chorar, se tuas lágrimas não comovem ninguém. O que adianta gritar, se tua voz não é escutada. O toma lá e dá cá está acima de qualquer outra força que vem lá de baixo. Se tu tens um pleito e te falta a força do toma lá não esperes que te façam justiça. Por isso, tantas vezes as pendengas são resolvidas pela força, pela mão armada, no tapa. E nem as rezas e súplicas são suficientes para fazer frente ao nosso poderoso jeitinho. Nos bastidores existem soluções para tudo, desde que a mão oculta do jeitinho entre em ação. Mas o que fazer: até o governo e os políticos praticam o toma lá e dá cá.    

ROMBO  -  O déficit do primeiro bimestre de 2014 da Previdência Social atingiu R$ 7,1 bilhões. A arrecadação em janeiro-fevereiro atingiu R$ 49,84 bilhões e as despesas subiram para R$ 57,02 bilhões. Tem futuro a Previdência Social?
"Brasil é país de conchavos. Do tapinha nas costas".Presidente do STF, Joaquim Barbosa, disse

MAU NEGÓCIO -  Foi este da Petrobras, ao comprar a refinaria de petróleo de Pasadena, Texas, Estados Unidos, em 2006, com o aval de Dilma Rousseff. A negociata foi lamentável. A estatal pagou, em 2006, 360 milhões de dólares e, em 2012, a Petrobras foi obrigada pela Justiça norte-americana a pagar mais 820 milhões de dólares, totalizando 1,18 bilhão de dólares. O negócio foi um escândalo. Isso não é bom para a imagem da presidente e muito menos para o País.

O MOMENTO NÃO É BOM  -  Há muita confusão na área. O povo está intranquilo e descontente. Muitos nem sabem por quê. Nas manifestações de ruas são mostradas faixas com Copa Não. Nas pesquisas apenas 52% dos entrevistados apoiam a Copa. Estão desenterrando horrores da ditadura e do movimento de 1964. Querem provar que Jango morreu envenenado. Estão ensaiando marchas da família. Até foguetório fizeram, comemorando o dia 31 de março. Manifestações contra preconceitos.  Que coisa! Não seria melhor batalhar contra a violência desbragada que tomou conta do País? Enquanto isso, a extrema direita avança na França.

ADMINISTRANDO A CARESTIA  -  As administrações municipais, via de regra, com raras exceções, estão administrando a carestia. Há falta de recursos, pessoal e máquinas e equipamentos.

NA POLÍTICA, INFELIZMENTE, AS IDEOLOGIAS ESTÃO ACIMA DAS NECESSIDADES.

OLHA SÓ QUE  RELAÇÃO -  Talvez, o cidadão nunca tenha feito uma relação de descartes de eletroeletrônicos. É de assustar o número de peças e equipamentos que são jogadas fora, quase sempre de forma irresponsável. Vamos fazer uma relação de equipamentos eletrônicos em desuso: aparelhos de DVD, fax, som, aparelhos e controles de videogame, aquecedores, ar-condicionado, celulares, baterias, telefones, cabos, carregadores, impressoras, copiadoras, scanners, centrais telefônicas, chapinha, secadores de cabelo, computadores, notebooks, CPUs, disco rígido/HD, estabilizadores, fios, fontes, máquina fotográfica, máquinas de escrever, modem, rádios, toca-discos, transformadores, Tvs, telas, videocassetes, ventiladores, monitores, mouses, teclados, placas de computadores, processadores, memórias, forno elétrico, microondas, entre outros. Que tal!




Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

16/08/2019   |
09/08/2019   |
02/08/2019   |
26/07/2019   |
19/07/2019   |
12/07/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS