Terça-feira, 15 de outubro de 2019
Ano XXXI - Edição 1579
(55) 3535-1033
jsemanal@jsemanal.com.br
diagramacao@jsemanal.com.br

Economia para Consumo

07/10/2013 - Por João Seno
Tweet Compartilhar
À GUISA DE COMENTÁRIO  -  OS DOIS LADOS  -  A medalha tem os dois lados. A moeda tem os dois lados também. E o rosto: o lado direito e o lado esquerdo. Tem a mão esquerda e a direita. E a opinião das pessoas não deixa de ter os dois lados. Por isso, se fala nas preferências de direita e de esquerda. Existe a verdade e a mentira. Há o preto e o branco e o alto e o baixo. Temos o quente e o frio. É a bipolaridade nos vários aspectos e circunstâncias vitais. A questão da opinião favorável e contrária esteve em xeque no caso do julgamento do Mensalão, que terminou empatado em 5 x 5 e o voto de minerva teve pronunciamento favorável aos embargos infringentes, uma inovação do Supremo Tribunal Federal. Sobre o assunto as opiniões se dividiram: a favor e contra. O que mostra a existência dos dois lados, também nas questões judiciais e políticas. Há aqueles que odeiam o malfeito e há aqueles que convivem com o malfeito.  Arte é conseguir conviver com a bipolaridade. Aliás, não são poucas nesta quadra da nossa existência.
MUNICÍPIOS EM CRISE - Dos 5.164 municípios brasileiros avaliados, apenas 2% podem ser tidos como de excelente gestão fiscal. Em consequência, 98% destes municípios enfrentam problemas para cumprir as demandas com saúde, educação, saneamento e infraestrutura. E a culpa não é dos prefeitos, mas da política adotada pelo governo da União e dos estados, que cortam recursos devidos aos municípios no retorno do FPM e do ICMS.  Isso precisa ter uma reversão.
ARRECADAÇÃO RECORDE - Se o retorno aos municípios diminui, a arrecadação de impostos nos cofres da União aumenta. No mês de agosto a arrecadação bateu novo recorde para o mês e representa um aumento de 2,68% em relação ao mesmo mês do ano passado. Até agosto, os brasileiros já pagaram R$ 722,234 bilhões em tributos - um aumento de 0,79% em relação a 2012. E os municípios chorando miséria.
AINDA O APARTAMENTO - Volta e meia me perguntam: e o apartamento? Continua ocupado pelo inquilino que espera o despejo que nunca vem. Mais de dois anos e a Justiça desafia a minha paciência. Querem saber o nome do ocupante. Um dia desses forneço as iniciais do belo inquilino.
SE EXISTE JUSTIÇA? - Ora! Ora!  É melhor não precisar dela. É algo como dentista, médico.
QUE PAPEL? É o papel higiênico que está faltando no mercado da Venezuela que está causando transtornos. O governo bolivariano, para garantir o fornecimento da mercadoria, decretou intervenção numa fábrica que produz aquele precioso material. A que ponto chega o ridículo.
FOI BOA ESSA: A PRESIDENTE DEU PITACO NOS ESTADOS UNIDOS E O PRESIDENTE OBAMA FEZ DE CONTA QUE NADA OUVIU. ELEGÂNCIA É ISSO. O RESTO É.
SOBRA DINHEIRO - O Senado pagou R$ 300 milhões indevidamente em supersalários a 464 funcionários. Os supersalários significam mais de R$ 28.059,28 mensais, o teto dos subsídios dos ministros do Supremo Tribunal Federal. É sobra de dinheiro, ou falta de controle. Escolha a opção.
POTÊNCIA AGRÍCOLA - Enquanto a revista britânica The Economist fez severas críticas à economia do Brasil, o presidente da Embrapa, Maurício Antônio Lopes, exaltou o agronegócio brasileiro, quando refere literalmente:"O Brasil está caminhando muito rapidamente para se tornar um dos principais produtores e exportadores de produtos agropecuários do mundo". Isso, apesar de todas as condições desfavoráveis do segmento: elevados tributos, rodovias em péssimas condições, terminais portuários em precárias condições e precariedades no armazenamento". Os méritos são todos dos produtores primários.


Indicar a
um Amigo

Comentários

Deixe a sua opinião

Veja Também

11/10/2019   |
04/10/2019   |
27/09/2019   |
19/09/2019   |
13/09/2019   |
06/09/2019   |




Todos os direitos reservados - Jornal Semanal - Três de Maio - RS